Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.290 em 16/11/2018  

Célula de Proteção será inaugurada nesta terça-feira na Barra do Ceará para a prevenção à violência

PMPU Torre 4 2

A torre blindada servirá de base para as operações da Guarda Municipal de Fortaleza e a PM. Está fixada na Av. Leste Oeste em frente ao Cuca da Barra e próximo à ponte do Rio Ceará

Moradores da Barra do Ceará, na Zona Oeste de Fortaleza, vão receber nesta terça-feira (23) um importante equipamento de segurança pública. Trata-se da quarta Célula de Proteção Comunitária (CPC), uma torre blindada que servirá de base para operações de prevenção e combate à violência através do trabalho 24 horas de agentes da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

A torre está estrategicamente fixada na Avenida Presidente Castello Branco – a Leste-Oeste – bem próximo da ponte sobre o Rio Ceará, que faz o limite entre os Municípios de Fortaleza e Caucaia. Trata-se de um dos principais corredores de acesso da Capital para o litoral Oeste do estado e as praias de Caucaia, como Cumbuco, Iparana e Icaraí.

A Célula de Proteção Comunitária da Barra do Ceará será inaugurada às 16 horas de hoje pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT); e pelo vice-prefeito, Moroni Bing Torgan (DEM), com a presença de diversas autoridades locais, lideranças comunitárias da região e moradores e comerciantes do bairro.

Esta é a quarta Célula de Proteção Comunitária integrante do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), inaugurada. O projeto entrou em prática em fevereiro deste ano e já apresenta eficazes resultados na prevenção e contenção da violência em Fortaleza. Aliado ao trabalho de vigilância, há também a prestação de serviços de cidadania, como mediação de conflitos, expedição de documentos, encaminhamento a tratamento para usuários de drogas e oferta de cursos profissionalizantes e de empreendedorismo.

Torres

No dia 28 de fevereiro foi inaugurada a primeira Célula, no bairro Jangurussu, e que serviu como “piloto” para o projeto elaborado pelo próprio vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Bing Torgan, delegado da Polícia Federal e com amplo conhecimento e experiência internacional em Segurança Pública.

A segunda torre entrou em funcionamento no dia 19 de junho, na comunidade das Goiabeiras, na Barra do Ceará. E a terceira, no dia 26 de setembro último, no bairro Vila Velha. As duas estão localizadas na Zona Oeste da cidade.

Com a instalação das torres, houve uma significativa redução do número de crimes nas áreas contempladas com o equipamento. O patrulhamento 24 horas feito pelos guardas municipais e policiais militares é acrescido de blitz rotineiras e diárias, além de grandes operações nos fins de semana.

No Jangurussu, por exemplo, a redução de homicídios foi da ordem de 50,7 por cento dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) entre janeiro e agosto, na comparação de iguais períodos de 2017 e 2018. Nas Goiabeiras, a redução de crimes atingiu o percentual de 75,5.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar