Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.584 em 10/12/2018  

Motorista de van é preso por estuprar menina de 5 anos que ele levava para a escola

Van escolar 4

Irlando Andrade da Silva, 30, foi preso quando ainda estava com a menina dentro da van

Van escolar 3

O caso foi parar no plantão do do 20º DP, onde o acusado acabou autuado em flagrante

Van escolar 1

O motorista Irlando foi autuado por crime de estupro a vulnerável e transferido para o CODE

Um homem de 30 anos, que trabalhava como motorista de uma van escolar, foi preso em flagrante, na noite desta quarta-feira (28), quando praticava abusos sexuais contra uma das crianças que ele transportava todos os dias para a escola. A menina de apenas 5 anos de idade foi atraída pelo suspeito, que lhe ofereceu pirulitos. O caso foi parar da delegacia, onde o motorista acabou autuado em flagrante por estupro a vulnerável.

O flagrante foi feito por policiais militares no bairro Cágado, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Era uma patrulha do 14º BPM (Maracanaú) que fazia o patrulhamento no bairro, quando se deparou com uma van escolar parada no meio do mato. Quando os PMs se aproximaram do veículo para verificar o que estava acontecendo, a menina apareceu na janela gritando para os militares. Ela pulou pela janela da van e se abraçou a um dos PMs chorando.

O caso foi levado para a delegacia, onde a menina contou que o motorista da van lhe deu pirulitos e a convenceu a dar “uma volta” no veículo. Acompanhada da mãe, a criança contou que o homem lhe ofereceu pirulitos para ela tirar a roupa e deixá-lo tocar em suas partes íntimas. A vítima ainda resistiu, mas o suspeito cometeu o crime. A menina contou que, no ano passado, o motorista já tinha tentado o estupro.

No 20º DP, o delegado plantonista, Josafá Carneiro Filho, informou que o motorista era considerado “amigo da família” e que freqüentava a casa da menina.

Autuado e transferido

O motorista da van e acusado de estupro foi identificado como Irlando Andrade da Silva, 30 anos. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de estupro a vulnerável e transferido para uma cela Isolada do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), na Capital, pois os presos do 20º DP ameaçaram matá-lo logo que ele fosse colocado no xadrez.

A Polícia vai ouvir outros pais cujas crianças eram transportadas na van escolar dirigida pelo suspeito.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar