Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.556 em 24/8/2019  

Mulher morre e criança fica ferida no desabamento de muro em Messejana

Muro 1

O muro desabou na tarde desta sexta-feira (31), na Rua Nicolau Coelho. A Polícia vai apurar o caso

A Polícia Civil deverá instaurar, na próxima segunda-feira (3), um inquérito policial para apurar as responsabilidades pela queda de um muro que matou uma mulher e deixou uma criança gravemente ferida. O fato ocorreu na tarde de ontem (31), no bairro Messejana, na zona Sul de Fortaleza. Uma equipe de engenharia da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) deverá produzir um laudo sobre o acidente.

O fato ocorreu na Rua Nicolau Coelho. O muro era de um terreno baldio e no momento do acidente a mulher, identificada como Maria Salete Amaro, 48 anos, caminhava em direção ao seu local de trabalho. Ela era moradora daquele bairro, segundo testemunhas. Conforme testemunhas, a vítima caminhava junto ao muro para se proteger do sol.

Quando uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) chegou ao local encontrou Maria Salete em parada cardiorrespiratória e apresentando um traumatismo cranioencefálico. Por cerca de uma hora, eles tentaram reanimar a vítima, mas não tiveram êxito.

Equipes do Serviço Móvel de Urgência (Samu) também foram mobilizadas para atender à ocorrência e os socorristas constataram o óbito da paciente.

Bicicleta

Já o menino, de 10 anos de idade, sofreu ferimentos na cabeça e nas pernas ao ser atingido pelos escombros. Ele foi socorrido e levado para o “Frotinha” de Messejana, em estado grave. Naquele momento, o garoto pedalava uma bicicleta e seguia até uma padaria próxima.

De acordo com policiais militares que compareceram ao local, uma mulher que se apresentou como proprietária do imóvel, conversou com uma equipe da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, sendo orientada a mandar demolir o restante do muro, que também apresentava risco de desabamento.

O corpo de Maria Salete Amaro foi periciado no local e encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), onde foi necropsiado e liberado para sepultamento.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar