Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.941

Atualizado em 18/12/2017  

Assassinatos em série abalam a cidade do Icó. Um cabeleireiro foi morto nesta segunda-feira com 18 tiros

cabeleireiro - Icó 001

Francisco Aníbal de Freitas, 50 anos, foi morto dentro do seu salão de beleza FOTOS: Divulgação

Um crime com características de vingança e pistolagem abalou, na manhã desta segunda-feira, os moradores da cidade do Icó (distante 375 quilômetros de Fortaleza). Um cabeleireiro, homem benquisto naquela comunidade interiorana, foi executado dentro do seu estabelecimento comercial, na Rua Francisco Maciel, em pleno Centro da cidade. Segundo os primeiros levantamentos feitos pela Polícia, a vítima foi sumariamente executada com, pelo menos, 18 tiros disparados à queima-roupa, de pistola de calibre 380 ACP. Foi o terceiro crime com as mesmas características em cinco dias ali.

Bandidos invadem festa de aniversário e um deles é linchado

bolo6

Terminou de forma trágica uma festa de aniversário em uma residência no distrito de Flexeiras, no Município de Trairi (distante 123Km de Fortaleza), litoral Oeste do Estado, na noite da última quinta-feira. Quando a festa parecia que terminaria bem, a casa foi invadida por dois assaltantes, um deles armado com revólver. O aniversariante, sua família e os convidados foram feitos reféns. Mas o caso terminou em morte.

Julho registrou 205 assassinatos na Grande Fortaleza

pistola

O mês de julho chegou ao fim e com ele as estatísticas da violência armada na Grande Fortaleza apontam que a criminalidade ainda desafia as autoridades e a sociedade. Nada menos, que 205 pessoas foram assassinadas na Capital cearense e nos Municípios que compõem a faixa metropolitana. Os dados foram pesquisados pelo blogdofernandoribeiro nesta sexta-feira (1º), com base nos registros das polícias Civil e Militar e da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Balanço parcial aponta 12 assassinatos no fim de semana na Grande Fortaleza

ronda

Doze pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza neste fim de semana. O balanço parcial, compreendendo o período entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste domingo, revela que em Fortaleza foram praticados 11 homicídios e o 12º ocorreu no Município de Caucaia. Na sexta-feira (18) foram cinco crimes de morte. No sábado (19), mais seis; e na madrugada deste domingo (20), um caso.

Em seis meses, 2.360 pessoas foram assassinadas no Ceará. Em junho, foram 373 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte

Com as estatísticas relativas ao mês de junho consolidadas e divulgadas nesta sexta-feira (11) pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), chegou a 2.360 o número de assassinatos no Estado do Ceará nos seis primeiros meses deste ano, uma média de 393 homicídios por mês.

Mais um fim de semana violento teve 32 assassinatos na Grande Fortaleza

155

Parece até uma repetição de matéria de todas as segundas-feiras, mas novamente a Grande Fortaleza teve um fim de semana violento. Conforme levantamento feito pelo blogdofernandoribeiro.com.br, com base nos registros da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e das delegacias de plantão na RMF, pelo menos, 32 pessoas foram assassinadas no  período compreendido entre a última sexta-feira (4) - feriado em Fortaleza por conta do jogo Brasil x Colômbia, na Arena Castelão - e o começo da madrugada desta asegunda-feira (7).

Foram registrados 30 crimes de morte em Fortaleza e dois em Municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, sendo um em Itaitinga e outro em Maranguape. Na sexta-feira (4), a Polícia contabilizou 11 assassinatos em Fortaleza, nos bairros Papicu, Jardim América, Vila Velha, Conjunto Palmeiras (onde ocorreu um duplo assassinato), Quintino Cunha, Barra do Ceará, Passaré, Jangurussu, Dionísio Torres e Dias Macedo.

Já no sábado (5), foram sete casos de homicídios nos bairros, Jardim Iracema, Granja Portugal, Barra do Ceará, Caça e Pesca, Pici, Bom Jardim, todos em Fortaleza; e Área Seca, em Maranguape.  No domingo (6), aconteceram 12 crimes de morte nos seguintes bairros, Centro (dois casos), Serrinha, Vicente Pinzón, Granja Lisboa, Bom Jardim, Jardim Fluminense, Conjunto Prefeito José Walter, Conjunto Esperança (dois casos) e um em Itaitinga.  A Polícia registrou ainda um assassinato no domingo cujo local não foi informado.

Já na madrugada desta segunda-feira (7), foram mais dois casos, sendo um um na Granja Lisboa e outro no Jardim Jatobá, ambos no denominado 'Território da Paz" (Grande Bom Jardim).

ARMAS

Dos 32 homicídios no fim de semana na RMF, 25 deles (78,1%) foram praticados com armas de fogo; três deles (9,3%) com arma branca (faca); e mais quatro (12,5%) com a utilização de outros meios, como espancamento.

Com relação as Áreas Integradas de Segurança (AIS), as que apresentaram maiores números de homicídios foram: AIS-1, com oito casos; AIS-2, também com oito assassinatos; AIS-5, com cinco homicídios, AIS-3, com quatro casos; e a AIS-4, também quatro crimes. A AIS-8 teve dois homicídios.

Veja a seguir, a lista das vítimas, locais de crimes, arma utilizada e registro nas AIS:

 

SEXTA-FEIRA (04/07)

01 - Aurian Alves de Alencar (bala) - Papicu (AIS-3)

02 - José Airton Rodrigues de Almeida (outros meios) - Jardim América (AIS-1)

03 - Caio da Silva Passos (bala) - Vila Velha (AIS-1)

04 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Conjunto Palmeiras (AIS-4)

05 - Gleilson dos Santos Araújo (bala) - Conjunto Palmeiras (AIS-4)

06 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Quintino Cunha (AIS-1)

07 - Francisco Gilson Melo Cordeiro (bala) - Barra do Ceará (AIS-1)

08 - Bruno dos Santos Sousa (bala) - Passaré (AIS-5)

09 - Thyago Alves de Souza (bala) - Jangurussu (AIS-4)

10 - Anderson de Lima Assunção (bala) - Dionísio Torres (AIS-3)

11 - Francisco Paulo dos Santos Costa (bala) - Dias Macedo (AIS-4)

SÁBADO (05/07)

12 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Jardim Iracema  (AIS-1)

13 - Adriano Gomes de Sousa (faca) - Área Seca/Maranguape (AIS-8)

14 - Ervin Rômulo Alves da Silva (bala) - Granja Portugal (AIS-2)

15 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Barra do Ceará (AIS-1)

16 - Gilberto Lima Sousa Júnior (bala) - Caça e Pesca (AIS-3)

17 - Francisco Adriano da Silva Freitas (faca) - Pici (AIS 2)

18 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Bom Jardim (AIS-2)

DOMINGO (06/07)

19 - Vítima sem identificação/feminina (faca) - Centro (AIS-1)

20 - Daniel do Nascimento Valentim (bala) - local não informado

21 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Serrinha (AIS-5)

22 - Antônio André Santos da Silva (bala) - Vicente Pinzón (AIS-3)

23 - Antônio Carlos da Silva Moreira (bala) - Granja Lisboa (AIS-2)

24 - Francisco Ramon Lino de Sousa (bala) - Bom Jardim (AIS-2)

25 - Antônio Cláudio Castro de Oliveira (outros meios) - Jardim Fluminense (AIS-2)

26 - Carlos Eugênio de Andrade Filho (outros meios) - Conjunto Prefeito José Walter (AIS-5)

27 - Apolo Santiago Cardoso (bala) - Conjunto Esperança/Aracapé (AIS-5)

28 - Lucas Ferreira Guimarães (bala) - Conjunto Esperança (AIS-5)

29 - Izolina dos Santos Freire (bala) - Centro (AIS-1)

30 - Francisco Herlano Morais da Silva (outros meios) - Itaitinga (AIS-8)

SEGUNDA-FEIRA (07/07)

31 - Vítima sem identificação/masculina (bala) - Granja Lisboa (AIS-2)

32 - Leandro Sousa Miguel da Silva (bala) - Jardim Jatobá (AIS-2)

Doze assassinatos na Grande Fortaleza no início deste fim de semana na Grande Fortaleza

Pelo menos, 12 pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza entre a última sexta-feira (4) e o começo da manhã deste sábado (5). Seis dos assassinatos ocorreram na noite da sexta-feira, quando a população comemorava a vitória da Seleção Brasileira contra a Colômbia. No entanto, as autoridades não confirmam se os crimes ocorreram durante as festas nas ruas da Capital e da Região Metropolitana. Já na Avenida Leste-Oeste, na Barra do Ceará. um pedestre morreu atropelado por volta das 20h30.

Ainda na sexta-feira, ocorreram quatro assassinatos entre a madrugada e o meio-dia. No começo da mahã, por volta de 6 horas, Eurian Alves de Alencar foi assassinado, a tiros, no bairro Papicu, na Área de Segurança Integrada Três (AIS-3).  Às 9h27, Bruno dos Santos Sousa foi executado, a tiros, no cruzamento da Rua 23 de Abril com a Avenida Paroaras, no bairro Passaré (AIS-5). Uma hora depois, um tiroteio entre gangues deixou morto Tiago Alves de Sousa, na Rua São Cristóvão, no Jangurussu (AIS-4). E por volta do meio-dia, uma tentativa de assalto também terminou em tiroteio na esquina das ruas Francisco Holanda e Oswaldo Cruz, no bairro Dionísio Torres (AIS-3). Um policial federal reagiu à abordagem de um bandido, na porta do seu condomínio. Na troca de tiros, o assaltante Anderson de Lima Assunção, 31, tombou morto. O agente da PF também ficou ferido e está hospitalizado.

À noite, foram registrados seis crimes. Às 21 horas, um homem, ainda não identificado, foi assassinado na Avenida Coronel Carvalho, no bairro Quintino Cunha (AIS-1). Logo depois, às 21h30, um duplo homicídio aconteceu na Rua São Pedro, no Conjunto Palmeiras (AIS-4). Dois jovens foram atingidos a tiros e morreram no local. Apenas um deles foi identificado pela Polícia. Era Gleilson dos Santos Araújo. No mesmo horário, o jovem Caio da Silva Passos foi assassinado, a bala, na Rua Marcos Vinícius, no bairro Vila Velha (AIS-1). Eram 22h30, quando Francisco Gilson Melo Cordeiro foi morto, a tiros, na Rua Arakém, na Barra do Ceará (AIS-1).  Às 23 horas, o corpo de José Aírton Rodrigues de Almeida acabou sendo encontrado, com sinais de violência, na Rua Filgueiras Lima, no bairro Jardim América (AIS-1).

Já neste sábado (5), o primeiro crime do dia aconteceu por volta de 0h40, quando o corpo de um homem, ainda não identificado, foi descoberto, com vários ferimentos de tiros, na esquina das ruas Jandira e Antonieta Clotilde, no bairro Jardim Iracema (AIS-1). Um segundo assassinato teve registro às 2h30, quando Adriano Gomes de Sousa foi morto, a golpes de faca, na Rua Manoel Barros da Silva, no bairro Área Seca, Município de Maranguape (AIS-8).

 

Violência no fim de semana registrou 32 casos de homicídios na Grande Fortaleza

b2

Trinta e duas pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza no último fim de semana do mês de junho. Os crimes de assassinato ocorreram no período compreendido entre as 18 horas da última sexta-feira (27) e o fim da noite do domingo (29). Conforme informações colhidas pelo blogdofernandoribeiro.com.br, com base nos registros da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e das delegacias plantonistas, dos 32 casos, 24 deles aconteceram em Fortaleza e outros oito em Municípios da Região Metropolitana.

Entre as vítimas dos assassinatos estão 29 homens e três mulheres.

Além de Fortaleza, ocorreram assassinatos nos Municípios de Caucaia, Eusébio (dois casos), Itaitinga, Cascavel e Maracanaú (3 casos). Na Capital cearense, os homicídios se deram nos bairros Messejana (2 casos), Cais do Porto, Bonsucesso, Mucuripe, Aerolândia, Bela Vista, Itaperi, Jardim Iracema, Dias Macedo, São João do Tauape, Vicente Pinzón, Parque São José, Edson Queiroz, Jangurussu, Itaperi, Parque Santa Rosa, Álvaro Weyne, Quintino Cunha, Papicu (2 casos), Genibaú, Dunas e Montese (dois casos).

Também entre os registros, três casos de duplo homicídio e um caso de homicídio seguido de suicídio. O primeiro duplo aconteceu às 19 horas de sábado último no Parque Hawaí, no Município do Eusébio, onde um casal foi assassinado a tiros. As vítimas eram Francisco Victor Martins Evangelista e a adolescente Aline Silva de Castro. O segundo, na madrugada do domingo, no bairro Papicu, quando dois jovens foram executados na Rua Bento Albuquerque. E o terceiro episódio aconteceu no bairro Montese, na tarde de domingo, quando dois assaltantes morreram numa troca de tiros com um policial militar, que também ficou ferido. Os dois assaltantes foram identificados como Edilberto Breno da Silva e Davi Henrique Alexandre de Sousa.  

Veja a seguir, a lista das vítimas dos homicídios, data, modo e local dos crimes:

 

Sexta-Feira (27/6)

01 - Corpo sem identificação/masculino (bala) - Tv. Juriti/Messejana - 19:00

02 - Gilnardo Pio Rocha (bala) - R. Prof. Afonso Henrique/Messejana - 19:20

03 - Carlos Mayson Rodrigues de Paula (bala) - R. 22 de Abril/Cais do Porto - 20:23

04 - Rafael Bruno Maximiniano Lopes (bala) - R. Gilberto Alves/Bonsucesso - 21:40

05 - Lee Junn de Menezes Oliveira (bala) - BR-116/Aerolândia - 21:50

Sábado (28/6)

06 - Adriano França de Sousa (bala) - R. Eliodoro Assunção/Itaitinga - 3:45

07 - Mateus Ítalo Maia (bala) - R. 31 de Abril/Bela Vista - 5:30

08 - Elias Monteiro de Alencar (bala) - R. B/Itaperi - 8:15

09 - Sérgio Leones Cardoso (bala) - R. Janúsia Correia/Caucaia - 13:20

10 - João Victor Amâncio (outros) - Jardim Iracema - 15:40

11 - Antônio Diego do Nascimento Alves (bala) - R. da Federação/Vicente Pinzón - 17:00

12 - Charles Xavier Moraes (bala) - Av. Sen. Carlos Jereissati/Dias Macedo - 18:00

13 - Ademar RibeiroLuna Filho (achado) - São João do Tauape - 19:00

14 - Aline Silva de Castro (bala) - R. C/Parque Hawaí/Eusébio - 19:00

15 - Francisco Victor Martins Evangelista (bala) - R. C/Parque Hawaí/Eusébio - 19:00

16 - João Carlos Teixeira (bala) - A. Cônego de Castro/Paque São José - 19:30

17 - Francisco Renato Abreu da Silva (bala) - Av. Ayrton Senna/Pajuçara-Maracanaú - 21:32

18 - Francisco Eduardo Xavier de Araújo (bala) - Edson Queiroz 28 - 8:30

19 - Lideliane Santos Mendes (faca) - Cascavel - 19:40

20 - Antônio A.L.S.S. (bala) - Rua Bolivar/Itaperi -  23:17

Domingo (29/6)

21 - Francisco Daniel Lopes Cruz (bala) - Av. Contorno Sul/Jangurussu - 3:50

22 - Marcela Benevides Barroso de Oliveira (bala) - R. Santa Rita/Cidade Nova-Maracanaú - 6:21

23 - Bruno S. F. (outros ) R. Bento Albuquerque/Papicu - 3:43

24 - Corpo sem identificação/masculino (outros) - R. Bento Albuquerque/Papicu - 3:43

25 - Corpo sem identificação/masculino (bala) - R. Nogueira Paes/Dunas - 7:04

26 - Cassiano M.R. (bala) - Rua dos Jangadeiros/Mucuripe - 15:57

27 - Leonardo Lima dos Santos (faca) - R.Rio Verde/Genibaú - 7:20

28 - Edilberto Breno da Silva (bala) - Av. Alberto Magno/Montese -  14:30

29 - Davi Henrique Alexandre de Sousa (bala) - Av. Alberto Magno/Montese - 14:30

30 - Eduardo Silva Ferreira (bala) - R. Cabral/Parque Santa Rosa - 17:45

31 - Leanderson O.S. (bala) - Rua Seis/Quintino Cunha - 19:53

32 - Francisco R.S.P. (bala) - Av. Doutor Theberge/Álvaro Weyne - 23:07

 

Assassinato de médica em Juazeiro do Norte eleva os homicídios contra mulheres no Ceará. São 146 crimes em 2014

O assassinato de uma médica na cidade de Juazeiro do Norte (598Km de Fortaleza), na noite da última terça-feira (24), elevou os índices de assassinatos contra mulheres no Estado do Ceará neste ano. O crime teve motivos passionais, segundo apurou a Polícia. A pediatra Elizabeth Bernardo de Oliveira, 47, professora universitária do Curso de Medicina da Universidade do Cariri, mãe de dois filhos, foi morta a tiros dentro de casa, no bairro Salesianos.

Segundo apurou a Polícia, o autor do crime foi o ex-companheiro da médica, o fotógrafo profissional Antônio Onofre Ribeiro Alves, 43, que, após cometer o homicídio, praticou o suicídio usando a mesma arma de fogo, uma espingarda de calibre 20. Minutos antes de matar a médica, ele ateou fogo no carro de Elizabeth com um coquetel molotov. Conforme a as autoridades, tratou-se de um crime premeditado. O caso chocou a opinião pública de Juazeiro do Norte e elevou os índices da violência no Cariri.

Com a morte da médica Elizabeth Bernardo, subiu para 146 o número de mulheres assassinadas no Estado do Ceará entre os dias 1º de janeiro e 24 de julho de 2014, conforme levantamentos feitos pelo blogdofernandoribeiro.com.br com base nos registros da Polícia e da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A Capital cearense apresenta o maior número de registros de assassinatos de mulheres no período. Foram 70 crimes. Em seguida, o Interior do Estado, com 41 homicídios e a Região Metropolitana vem depois, com 35 crimes. Entre as vítimas, 18 adolescentes.

Veja a seguir o quadro das estatísticas de assassinatos de mulheres no Ceará em 2014*

 

 

                    Capital     RMF     Interior    TOTAL

Janeiro              16        09          08         33

Fevereiro           10        02          03         15

Março                15        10          12         37

Abril                  11        03          06         20

Maio                  11        07          08         26

Junho**             07        04           04        15

TOTAL               70        35          41        146

 

(*) Fonte: Comel/SSPDS

(**) do dia 1º ao dia 24

Outro policial militar é morto por assaltantes em Fortaleza. É o sexto agente da Segurança Pública assassinado no Ceará em 2014

Subiu para seis o número de policiais civis e militares mortos no Ceará neste ano. O caso mais recente aconteceu na noite do último sábado, quando um PM foi morto, a tiros, supostamente, ao reagir contra assaltantes. A vítima foi identificada como sendo o sargento Carlos Wanderley Vicente Barbosa, que era destacado no Batalhão de Eventos (BPE). O crime ocorreu nas proximidades do Cuca do Conjunto São Cristóvão, no bairro Jangurussu.

Informações iniciais colhidas pela Polícia, dão conta de que o PM teria sido abordado por bandidos e reagiu, sendo atingido por vários tiros na cabeça. Na fuga, os criminosos teriam levado a arma do militar, uma pistola; além de sua motocicleta. A PM montou um cerco naquela região, mas, até o começo da tarde deste domingo (22), nenhum suspeito havia sido capturado. Agentes da Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP) e da Coordenadoria Integrada de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (Coin) estão auxiliando nas investigações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Vejam a seguir, os casos de assassinatos de policiais civis e militares no Ceará em 2014:

 

01 - (09/01) Policial militar Fernande Vanuncci Bezerra da Silva foi morto, a tiros, ao reagir contra assaltantes na Rua Heribaldo Costa, no bairro João XXIII.

02 - (14/03) Policial militar José Edson Andrade foi baleado e morto durante um assalto a uma empresa de alimentos e transportes no bairro Parque Potira, em Caucaia.

03 - (17/03) Delegado de Polícia Civil do Piauí, Lucas Craveiro Alves, cearense, foi assassinado ao trocar tiros com assaltantes que tentaram roubar seu veículo, quando o policial saía de uma pizzaria na Avenida Washington Soares, no bairro Água Fria.

04 - (23/04) O ex-PM Paulo Sérgio Chagas de Oliveira foi morto, com vários tiros, na Avenida Stênio Gomes, no bairro Vila Peri, em um suposto assalto.

05 - (20/05) Policial militar Paulo Henrique Farias foi baleado e morto ao reagir contra assaltantes na porta de um salão de beleza, na Avenida I do Conjunto Ceará.

06 - (21/06) Policial militar  Carlos Wanderley Vicente Barbosa é morto no Conjunto São Cristóvão, Jangurussu.

Seis pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza entre a noite de sexta-feira e a madrugada do sábado

Seis pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza entre a noite de sexta-feira (20/6) até o começo da manhã deste sábado (21/6), conforme registros da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), órgão vinculado à Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Conforme o blogdofernandoribeiro.com.br apurou, dos seis casos de homicídios, três deles aconteceram na Capital; nos bairros Genibaú, Parquelândia e Conjunto Prefeito José Walter. Os demais ocorreram na zona metropolitana, nos Municípios de Caucaia, Maracanaú e Cascavel.

O primeiro assassinato do período ocorreu por volta de 20h30 ainda da sexta-feira, na Rua Vitória, no bairro Parque Potira 3, em Caucaia (RMF), quando foi assassinado um jovem identificado como Simon Breendon da Silva Freitas, atingido por vários tiros. Logo em seguida, às 21h30, uma mulher, ainda não oficialmente identificada, foi encontrada morta na Rua do Colégio, na localidade de Moita Redonda,  Município de Cascavel (RMF). O corpo apresentava vários golpes de faca, conforme atestaram os peritos que atenderam à ocorrência.

Cerca de dez minutos depois, exatamente às 21h40, a Polícia Militar foi acionada para ir até a Avenida Edson Queiroz, no bairro Jardim Bandeirantes, em Maracanaú (RMF), onde ali acabara de ser assassinado, a tiros, um homem identificado como Diego Paiva Carneiro. E às 22 horas, Rubem Costa Alves foi morto, a bala, na Rua Moçambique, no bairro Genibaú.

No começo da madrugada deste sábado, em torno de 01h50, aconteceu o primeiro assassinato do dia em Fortaleza. Foi na Avenida E do Conjunto Prefeito José Walter, onde desconhecidos mataram, com vários tiros, Marcos Luan  Calíope de Freitas. E por volta de 7h35, Alessandro de Lima Pereira foi assassinado, também por disparos de arma de fogo, na Rua Érico Mota, no bairro Parquelândia, nesta Capital.

Em todos os seis locais de crimes estiveram presentes equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)  e da Pefoce, que iniciaram investigações no sentido de identificar os autores dos assassinatos. Nenhuma arma foi encontrada e, até por volta das 13 horas de hoje, a Polícia não havia registrado prisões de suspeitos.

Primeiro fim de semana da Copa registrou 26 casos de homicídio na Grande Fortaleza

Mesmo com o reforço da Segurança Pública em diversos setores da Capital cearense, por conta da Copa do Mundo/Fifa 2014, a Grande Fortaleza voltou a contabilizar mais um fim de semana violento. Da tarde de sexta-feira última (13) ao começo da madrugada desta segunda-feira (16), foram registrados 26 casos de assassinato, sendo 18 deles em Fortaleza e outros oito em cinco Municípios da Região Metropolitana.

Entre os 26 crimes, pelo menos, dois episódios de duplo assassinato. O primeiro deles aconteceu ainda na tarde de sexta-feira, quando um homem de 26 anos e um adolescente foram executados, a tiros de pistola, na Avenida Castelo de Castro, no bairro Jangurussu, sendo identificados como Wilton Cassiano Ribeiro e Wesley Albuquerque. Rapidamente, a Polícia Militar foi acionada e montou um cerco naquele setor da cidade, conseguindo prender, em flagrante, dois suspeitos do caso e apreender as armas que teriam sido usadas no crime.

O segundo caso de duplo homicídio aconteceu na noite de sábado (14), no bairro Itaperi.  Novamente um adulto e um adolescente foram as vítimas da violência armada. Antônio Rafael Andrade Cordeiro, 21; e o menor Luís Gustavo Paiva Rocha, 16, foram fuzilados quando transitavam pela Rua Joana D'Arc. Os assassinos não foram ainda identificados.

Entre as vítimas dos 26 assassinatos aparecem, pelo menos, duas mulheres. A primeira, identificada como Elizângela de Matos Sousa, foi assassinada, a tiros, na tarde de sábado (por volta de 15 horas), na Rua Tenente Lisboa, no bairro Antônio Bezerra. A segunda vítima foi a adolescente Vitória da Silva Vasconcelos, morta, também a tiros, na Rua 20 do Conjunto Jereissati II, em Pacatuba.

Em Fortaleza, os homicídios ocorreram nos seguintes bairros: Jangurussu (três casos), Vicente Pinzón (dois casos), Granja Portugal (dois casos), Itaperi (dois casos), Cidade 2000, Antônio Bezerra, Genibaú, Parque São José, Pirambu, Dias Macedo, Quintino Cunha, Siqueira e Messejana. Já na Região Metropolitana, foram registrados assassinatos em Caucaia (dois casos), Aquiraz, Horizonte (dois casos), Eusébio e Pacatuba (dois casos).

Veja a aseguir a lista dos mortos e os locais dos crimes:

01 - Wilton Cassiano Ribeiro - bala/Jangurussu (13/6)

02 - Wesley Albuquerque - bala/Jangurussu (13/6)

03 - João Rafael Santiago - bala/Vicente Pinzón (13/6)

04 - Francisco Adriano Ferreira Braga - bala/Padre Júlio Maria II-Caucaia (13/6)

05 - João V. - bala/Cidade 2000 (13/6)

06 - Roberto Conceição da Silva - faca/Centro-Aquiraz (13/6)

07 - Rafael Sampaio de Sousa - bala/Diadema II-Horizonte (14/6)

08 - Cristóvão Rodrigues de Mesquita Filho - bala/Granja Portugal (14/6)

09 - Elizângela de Matos Souza - bala/Antônio Bezerra (14/6)

10 - Natanael Alves da Silva - bala/Genibaú (14/6)

11 - Ronildo Moreira Matias - bala/Parque São José (14/6)

12 - Ivanildo Matias da Silva - bala/Pirambu (14/6)

13 - Antônio Rafael Andrade Cordeiro - bala/Itaperi (14/6)

14 - Luís Gustavo Paiva Rocha - bala/Itaperi (14/6)

15 - Luiz Carlos Mota Júnior - faca/Dias Macedo (15/6)

16 - Eugênio Portela Cunha - bala/Parque Potira-Caucaia (15/6)

17 - Jonas Carneiro da Silva - bala/Quintino Cunha (15/6)

18 - Antônio de Oliveira Calixto Júnior - bala/Granja Portugal (15/6)

19 - Corpo sem identificação/masculino - outros/Siqueira (15/6)

20 - José Albeci Teixeira - faca/Horizonte (15/6)

21 - Vitória da Silva Vasconcelos - bala/Conjunto Jereissati II-Pacatuba (15/6)

22 - Ygor de Sousa Diniz - bala/Conjunto Jereissati II-Pacatuba (15/6)

23 - Lucas Emanuel França da Silva - bala/Vicente Pinzón (15/6)

24 - Francisco Welyson Cruz da Silva - bala/Mangabeira-Eusébio (15/6)

25 - Gilson Barese Pereira da Silva - bala/Messejana (15/6)

26 - Rafael Sousa Lopes - bala/Jangurussu (15/6)

Universitário acusado de matar o pai adotivo sofre tentativa de pistolagem no Ceará

O universitário Francisco Telsângenes Diógenes, acusado de ter assassinado seu pai adotivo, o fazendeiro, agropecuarista e ex-prefeito do Município de Pereiro (340Km de Fortaleza), Francisco Mardônio Diógenes Osório, morto com dez tiros na manhã do dia 31 de dezembro de 2009, sofreu uma tentativa de assassinato, ontem (14), no Município de Ererê, na região do Vale do Jaguaribe  (315Km de Fortaleza). A Polícia Civil ainda está investigando o caso. Informações preliminares dão conta de que ele teria sofrido, pelo menos, dois tiros. Os motivos ainda são também desconhecidos, mas as autoridades trabalham com a hipótese de uma suposta pistolagem. Telsângenes foi, recentemente, pronunciado pela morte do pai adotivo e deverá ser levado a julgamento ainda no segundo semestre deste ano.

Em dezembro de 2009, Mardônio Diógenes supervisionava os trabalhos de reparos de uma cerca em uma de suas propriedades rurais, a Fazenda Campos, em Pereiro. Vítima de uma emboscada, ele morreu dentro de sua caminhoneta.

Investigações policiais realizadas na época revelaram a autoria e motivação do assassinato. Conforme o processo, Telsângenes era, na verdade, filho natural de um irmão do ex-prefeito (Chiquinho Diógenes, fazendeiro que também foi assassinado), mas por Mardônio fora adotado ainda criança.

Segundo consta no processo sobre a morte do ex-prefeito, Telsângenes levava uma boa vida. Morava em Fortaleza, onde cursava Nutrição em uma universidade particular. Tinha bons carros e gostava de postar fotos nas redes sociais se divertindo em festas de forró e vaquejadas. No entanto, internamente, a família vivia uma "guerra" por conta da disputa pelo dinheiro do ex-prefeito.

Consta na denúncia do Ministério Público que o rapaz e seu tio, Francisco Rodrigues Queiroz (este, irmão do fazendeiro) decidiram tramar e executar a morte de Mardônio Diógenes depois que este excluiu o filho adotivo da herança.

Meses antes de ser fuzilado, Mardônio Diógenes havia vendido uma de suas fazendas, no Município de Ererê, pelo valor de R$ 2,8 milhões. O filho não recebeu um só centavo desta bolada e também reclamava do valor da mesada que recebia do ex-prefeito. A investigação também descobriu que, em 2002, a mãe natural do rapaz, Zulene Pontes Martins, movera e ganhara uma ação judicial para anular o registro de nascimento do filho. O processo já havia tramitado em julgado, isto é, teve sentença definitiva, não cabendo mais recurso.

Dias antes de ser morto, o ex-prefeito, conforme o processo, havia confidenciado à sua filha natural e herdeira, Mardênia Aquino Diógenes; e a uma irmã (dele), Maria Santelma Diógenes, que vinha sofrendo ameaças por parte de Telsângenes.

Tudo isso levou o promotor de Justiça Marcus Vinícius de Oliveira Nascimento a denunciar o estudante e seu tio como responsáveis pelo crime. O juiz de Direito da 4ª Zona Judiciária do Estado, Magno Rocha Thé Mota, decidiu mandar os dois réus a Júri popular, o que deve acontecer nos próximos meses. Telsângenes e o tio serão julgados como autores de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe (a disputa pela herança da vítima) e pela surpresa (impedindo que a vítima esboçasse reação), através da emboscada. Se condenados à pena máxima, serão sentenciados a 30 anos de prisão.

- See more at: http://blogdofernandoribeiro.com.br/index.php/9-categorias/83-universitario-acusado-de-matar-o-pai-sera-julgado-no-ceara#sthash.FuNHMv1o.dpuf

Seis assassinatos no começo do fim de semana

Seis pessoas foram mortas na Grande Fortaleza no início do fim de semana marcado pela largada da Copa do Mundo no Brasil. Os seis homicídios ocorreram a partir das 17 horas da sexta-feira, quando dois jovens foram fuzilados no bairro Conjunto Palmeiras, no Jangurussu. As vítimas foram identificadas como Hilton Cassiano Ribeiro, 22; e o adolescente Wesley Albuquerque, 17 anos. Os dois foram surpreendidos pelos atiradores que estavam em um veículo de cor prata. Hilton recebeu vários tiros à queima-roupa e teve morte instantânea. O adolescente ainda tentou fugir dos disparos, correndo em direção a uma rua próxima à Avenida Castelo de Castro, mas também foi alcançado e fuzilado.

A Polícia Militar, através de patrulhas do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) - 16°BPM (Messejana) -  fez um cerco na área e deteve dois homens suspeitos do duplo homicídio. Eles foram identificados como Francisco Helder Dutra melo e Francisco Wagner Augustinho. Dentro do carro em que eles trafegavam, um Siena, a Polícia localizou duas armas que teriam sido usadas no crime, uma pistola de calibre 9 milímetros e outra de calibre 380.  Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do 30°DP (Conjunto Palmeiras) estão investigando o caso e há suspeita de ligação com o tráfico de drogas naquele setor da Capital.

Ainda na noite de sexta-feira (13)mais três assassinatos foram registrados na Grande Fortaleza. Logo às 19h30, João Rafael Santiago foi assassinado, a tiros, na Rua Professora Aída Balaio, no bairro Vicente Pinzón (zona Leste). Na manhã de hoje, a PM deteve um adolescete suspeito de ter praticado o crime. Ele foi denunciado anonimamente por moradores através do telefone 181. O suspeito foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) para ser interrogado.

Por volta de 20h30, Francisco Adriano Ferreira Braga foi assassinado, com vários tiros, na esquina das ruas José Olavo Moreira e das Nações, no bairro Padre Júlio Maria II, em Caucaia. E cerca de 15 minutos depois (às 20h45), um jovem, ainda não identificado, foi assassinado, também à bala, na alameda Passeio das Castanholeiras, na Praça da Marçonaria, no bairro Cidade 2000.

O sexto homicídio do fim de semana foi registrado na Grande Fortaleza ainda durante a madrugada deste sábado (14), quando um homem acabou morto, a tiros, no bairro Diadema II, na cidade de Horizonte.  

Também no começo da manhã de hoje, por volta de 6 horas, o corpo de um homem foi encontrado na foz do Rio Ceará, no bairro Parque Leblon, em Caucaia,  com suspeitas de afogamento, sendo a vítima identificada como Patrício David Lima. O corpo foi encaminhado para exames na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).