Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

Polícia Civil deflagra operação e desarticula bando que traficava drogas no Maciço de Baturité

Baturité 1

Em poder dos criminosos a Polícia encontrou R$ 8,6 mil da venda de entorpecentes  

Baturité 6

Além de armas, drogas, munição e dinheiro, foi também apreendida uma farda antiga da PM  

Baturité 4Baturité 5Baturité 3Baturité 2060

A quadrilha se autodenominava "Associação Para o Tráfico" e acabou sendo capturada 

Uma megaoperação policial foi realizada na manhã desta sexta-feira (7), na Região do Maciço de Baturité (a 83Km de Fortaleza), para o cumprimento de vários mandados de buscas e apreensão e de prisão. A ação foi chefiada pelo delegado Francisco Cavalcante, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil de Baturité e  concluída com a prisão em flagrante de cinco pessoas, apreensão de armas, drogas e dinheiro.

Batizada de “Mont Mor”, a mobilização policial contou também com a participação da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol), órgão pertencente à da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); e Departamento de Polícia do Interior – Norte (DPI-Norte), da Polícia Civil.  Foram cumpridos 18 mandados judiciais.

Segundo o delegado Cavalcante, o objetivo foi reprimir um grupo de traficantes responsáveis pela venda e distribuição de drogas em Baturité e toda a região do Maciço.  Durante a operação, a Polícia aprendeu cerca de R$ 8,6 mil em espécie, dinheiro arrecadado por traficantes na venda de cocaína, crack e maconha.

Presos na operação

Um dos presos em flagrante foi identificado como Gleison das Chagas Carneiro, o “Gleicinho”, que se intitulava tesoureiro de uma quadrilha batizada de “Associação Para o Tráfico”. Também foi detido  o pai dele, José Messias Carneiro. Os dois acabaram indiciados nos artigos 35 e 36 da Lei dos Entorpecentes, por crimes de associação  e financiamento para o tráfico. Com eles estavam R$ 8.663,64, em espécie.

Também foram presos em flagrante: Mickaell Ashley Ribeiro da Silva, o “Magrão das Armas”; Carlos Antônio Soares de Sousa, o “Cuíca”; e  Antônio Ricardo dos Santos Evangelista. O primeiro (Mickaell) foi detido no bairro Lajes, em Baturité, com dinheiro e 38 pedras de crack. O segundo (Carlos Antônio)no bairro Mangá, na mesma cidade, com crack.  Já o terceiro (Antônio Ricardo) foi localizado pela Polícia no bairro Coió de Baixo, com uma arma de fogo, uma farda da PM, além de munição. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar