Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.109 em 20/11/2019  

Passageira africana é presa pela PF no aeroporto de Fortaleza com cocaína líquida nas bagagens

Cabo Verde 1

A cocaína em forma líquida foi encontrada em embalagens de vinho nas bagagens da africana 

Cabo Verde 2

A droga foi encaminhada à Perícia. Após exames foi contatado o peso: 1,8Kg de coca

Uma mulher africana, de 28 anos, natural de Cabo Verde, foi presa por agentes da Polícia Federal no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Ela agia como “mula” do tráfico internacional de drogas (narcotráfico) e foi detida após a descoberta de que escondia em suas bagagens cocaína na forma líquida.

A prisão da cabo-verdiana ocorreu no começo da madrugada desta quarta-feira (18) durante mais um trabalho de vigilância dos policiais federais nas áreas de embarque e desembarque de voos internacionais. A operação foi conjunta entre as autoridades brasileiras e portuguesas.

O compartilhamento de informações entre a PF brasileira a Polícia Judiciária de Portugal, através da “Operação Caravelas”, resultou na descoberta de que a mulher estava atuando entre a África e o Brasil conduzindo drogas.

Cadeia

A droga em forma líquida foi encontrada nas malas da passageira, disfarçada em embalagem de vinho, e, após ser analisada e condensada pela Perícia, ficou constatado que se tratava de cerca 1.8 quilos de cocaína.

A mulher recebeu voz de prisão no Aeroporto e foi encaminhada à sede da Superintendência da Polícia Federal, onde foi autuada pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes. Ela permanece detida na carceragem da PF, em Fortaleza, à disposição da Justiça, mas deverá ser transferida para o Presídio Feminino.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar