Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Uma tonelada de cocaína apreendida no Piauí seguiria para a Europa em navio atracado no Porto do Pecém, no Ceará

Coca PI 1

Um dos helicópteros da quadrilha faria o transporte da cocaína, de Teresina ao Porto do Pecém

Coca PI 3

A carga de cocaína foi interceptada pela Polícia do Piauí, que apreendeu também as aeronaves

Coca PI 2

A cocaína  foi apreendida numa mega operação da Polícia piauiense com o Gaeco/MP

Autoridades da Segurança Pública confirmam: uma tonelada de cocaína pura, cujo valor está estimado em R$ 25 milhões, sairia do Brasil em direção a Europa através do estado do Ceará. A porta de saída seria o Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A carga seria embarcada neste fim de semana, em um navio ainda não identificado, mas acabou sendo interceptada pela Polícia no estado do Piauí. Sete narcotraficantes, incluindo quatro pilotos de avião e helicóptero, estão presos em Teresina.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Piauí, a quadrilha foi descoberta quando estava hospedada em dois hotéis e um quitinete na Zona Norte de Teresina. Já as duas aeronaves que o bando utilizou no transporte da cocaína, um avião bimotor e um helicóptero, foram localizados em uma fazenda particular, situada na zona rural do Município de Timon, no estado do Maranhão. Três veículos onde estava armazenada a droga também foram apreendidos na operação.

As informações sobre a apreensão da droga e sua destinação foram confirmadas nesta quinta-feira pelas autoridades piauienses. O secretário da Segurança Pública daquele estado,, Fábio Abreu, confirmou também que o grupo criminoso pretendia lucrar cerca de R$ 25 milhões com a venda da carga de coca.

“Foram sete pessoas presas, quatro pilotos de aeronaves e mais três homens que faziam o acompanhamento e participavam da logística da quadrilha, ou seja, faziam a locação de sítios. UM deles foi alugado por R$ 10 mil. Os presos são do Pará, Pernambuco e Bahia. Nós temos um piauiense que, segundo ele, trabalhava em um garimpo e ajudava na locação dos espaços”, comentou o secretário Fábio Abreu.

De acordo com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Piauí, foram presos: André Luís de Oliveira Cajé Ferreira, Alexandre Vagner Ferraz, Alexandro Vilela de Oliveira, Vagner Farabote Leite, Renato Solon Gondim Magalhães, João da Cruz Marques e Alexandre Barros Pereira de Meneses.

Delegado confirma

O delegado Cadena Júnior, coordenador da Delegacia de Entorpecentes (Depre) a cocaína provavelmente, veio da Bahia e depois seria remetida para Fortaleza e, em seguida, para o exterior, com foco na Europa.

“Este grupo de pessoas estava atuando no tráfico internacional de drogas e tinha Teresina como ponto de apoio, em que faziam uso de sítios na nossa zona rural, afim de que a droga fosse remetida para Fortaleza e, de lá para o exterior”, afirma Cadena Júnior.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar