Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.561

Atualizado em 22/11/2017  

Traficante suspeito de vários assassinatos é fuzilado dentro do carro, em Maracanaú

Iphone 12.5.2015A 024

O traficante foi atingido por vários tiros de pistola quando estava na direção de seu automóvel

Iphone 12.5.2015A 034

A ficha criminal do bandido morto apontava vários delitos

Um traficante de drogas caçado pela Polícia foi morto, na noite de ontem (11) quando trafegava em seu veículo. Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acreditam que o assassinato pode ter sido um “acerto de contas” do tráfico ou, ainda, um caso de vingança, já que a vítima era acusada de vários crimes, entre eles, homicídios.

O homem morto tinha apenas 23 anos de idade. Tratava-se de Leandro Damasceno da Silva, conhecido por “Leozinho do Jereissati”. Ele foi morto por volta de 21 horas na Rua 32 do Conjunto Jereissati III, no Município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A vítima estava na direção de um carro quando foi atingida por vários tiros de pistola disparados à curta distância.

Populares que presenciaram o assassinato de “Leozinho” preferiram ficar em silêncio diante das indagações da Polícia. Sabe-se apenas que o traficante foi atacado por dois homens que estavam em uma moto e emparelharam com o automóvel do bandido. Rapidamente, o garupeiro sacou da arma e disparou contra a vítima, não lhe dando chance alguma de defesa.

A extensa ficha criminal de “Leozinho do Jereissati” – apesar de sua pouca idade – é de causar espanto. Além de várias prisões e processo pelo tráfico de drogas, o jovem também respondia por outros delitos como homicídio, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo e outros.

A Polícia também revelou que o homem morto era suspeito de ser mandante de vários assassinatos em Maracanaú, por conta da disputa pelo comando na venda de entorpecentes no Conjunto Jereissati.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar