Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.617 em 13/12/2018  

Em 24 horas, duas fugas de presos de uma mesma cela de delegacia que teve as grades serradas e não consertadas

Pecém- fuga de presos 001

Pelo mesmo buraco nas grades de uma mesma cela ocorreram duas fugas de presos na Unidade de Segurança Integrada (USI) da cidade de São Gonçalo do Amarante

Pecém- fuga de presos 003Pecém- fuga de presos 004

Rangel Cavalcante de Araújo e Francisco de Assis Sousa, os mentores da segunda fuga

Parece piada, mas não é. Na Região Metropolitana de Fortaleza, duas fugas de presos ocorreram numa única delegacia. Mas o detalhe é que os bandidos que escaparam na segunda fuga haviam sido colocados na mesma cela com grades serradas de onde os primeiros haviam sumido. Tudo isso aconteceu no Município de São Gonçalo do Amarante (a 55Km da Capital). O fato deixou perplexos os moradores e causou indignação aos policiais militares que haviam capturados os assaltantes da segunda fuga.

Conforme o blogdofernandoribeiro.com.br apurou, na madrugada de segunda-feira, três detentos serraram as grades de uma das celas da Unidade de Segurança Integrada (USI) de São Gonçalo, e escaparam por um terreno lateral depois de pular o muro. Buscas foram feitas, mas os criminosos não foram localizados. Mas o pior ainda iria acontecer.

Ainda na segunda-feira, a Polícia foi mobilizada para localizar uma dupla de suspeitos que estariam praticando assaltos naquela região litorânea da Região Metropolitana de Fortaleza. Depois de várias diligências, policiais militares localizaram os dois homens. Eles estavam armados com uma pistola e seriam os responsáveis por vários roubos na região do Pecém. Um dos alvos foi uma auto-escola.

Sem grades

Presos em flagrante, os dois homens foram levados para a mesma delegacia onde ocorrera a primeira fuga. Rangel Cavalcante de Araújo, 31 anos, residente no Parque Santa Maria, em Fortaleza; e Francisco de Assis Sousa, 43 anos, residente na Praia da Taíba, em São Gonçalo, foram ouvidos e autuados em flagrante.

Contudo, acabaram sendo colocados na mesma cela onde antes os outros foragidos haviam serrado as grades. Como não houve conserto do xadrez, os dois bandidos não tiveram a menor dificuldade para, na madrugada seguinte, também escaparem dali pelo mesmo buraco.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar