Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

1.092 em 1/04/2020

Deputado Carlomano defende na Assembleia Legislativa o racionamento de água no Ceará e um programa contra o desperdício

Câmera 17.6.2015 082

Marques pediu a instalaçao de poços profundos em todo o Ceará Foto: Fernando Ribeiro

“Governador, não tenha medo. Não tenha receio de fazer o racionamento, de cavar poços e evitar o desperdício, pois só assim se evitará uma tragédia hídrica no Ceará”.

As palavras são do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB), em seu discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado, na tarde desta quinta-feira (2), quando defendeu a implantação urgente de um programa de racionamento d’água no Ceará.

Segundo o parlamentar, torna-se imperativo ao Governo do Estado adotar, rapidamente, uma política contra o desperdício de água nos setores domiciliar, comercial e industrial. Demonstrando profundo conhecimento técnico da questão hídrica no estado, Carlomano chamou a atenção dos demais deputados ao afirmar que, a transposição das águas do Rio São Francisco por si só, não será o suficiente para deixar o Nordeste brasileiro livre de um desabastecimento a longo prazo. Para ele, a solução virá quando ocorrer a transposição da bacia do Rio Tocantins, na Bahia, para o São Francisco.

Já a curto e médio prazos, ele destaca a transposição das águas do São Francisco para o Eixão das Águas, além de um rígido controle no estoque hídrico dos açudes Castanhão e Orós.

Poços

“Se tivésemos, há dois anos, iniciado a perfuração de poços e acomplando a estes os salinizadores, não estaríamos nesta fase de muita ansiedade com o que poderá acontecer nos próximos anos”. Segundo ele, com recursos da ordem de R$ 200 milhões, cada Município cearense poderia estar realizando o trabalho de perfuração de poços e, assim evitando um eventual colapso total do abastecimento nos próximos anos, diante das previsões de estiagem.

Carlomano Marques fez também questão de informar que obteve da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado (Sohidra) a informação de que o governador do Estado, Camilo Santana (PT) autorizou o início de estudos geofísicos e geológicos para a perfuração de, pelo menos, 1.900 poços profundos em todo o Ceará.

“Isso vai resolver? Não, não vai, mas é a única maneira de se atacar a questão da falta d’água a curto prazo. Mas, mesmo assim, é uma medida paliativa. O que vai resolver mesmo a questão é a transposição das bacias dos rios Tocantins e São Francisco, na Bahia. Aí sim, isto vai possibilitar a perenização dos rios do Nordeste, como o Jaguaribe e o Salgado, no Ceará; e o Poti, no estado do Piauí”.

O peemedebista defendeu a mobilização das autoridades estaduais para a imediata deflagração de um programa de combate ao desperdício. “Racionamento já”, concluiu.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar