Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.084 em 18/11/2019  

PF faz operação em busca das provas de golpe milionário contra a Caixa Econômica no Ceará

PF hoje hoje

Agentes federais estão em diligências desde o começo da manhã desta sexta, em Fortaleza

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (28), a quarta fase da “Operação Gremlins”, com o objetivo de colher provas sobre à atuação de um grupo criminoso responsável pela contratação fraudulenta de financiamentos habitacionais e empréstimos consignados junto à agência da Caixa Econômica Federal de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O esquema criminoso gerou prejuízo de mais de R$ 3 milhões.

Policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Fortaleza e Morada Nova. As medidas foram determinadas pela 32ª Vara da Justiça Federal em Fortaleza, que autorizou, ainda, o bloqueio de contas e o sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados.

“Fantasmas”

A fraude, praticada entre os anos de 2013 e 2016, envolveu a geração de aproximadamente 100 Cadastros de Pessoas Físicas (CPFs) para pessoas inexistentes (“fantasmas”), criação de matrículas de imóveis fictícias e, ainda, falsos servidores da prefeitura de Pacajus, sendo esses dados falsos inseridos nos sistemas de informação da CEF para valores transitarem em contas abertas com CPFs fictícios e, ainda, nas contas de familiares dos envolvidos.

Os indiciados, entre os quais funcionários do banco, poderão responder, de acordo com o nível de participação, pelos crimes de associação criminosa e fraude na obtenção de financiamento, com aumento de pena em razão do prejuízo causado à instituição bancária oficial. Já os bancários, em razão da função exercida, poderão responder também pelo crime de gestão fraudulenta e corrupção.

Bichinho

O nome da operação é uma alusão ao personagem do filme homônimo da década de 80, que retratava um pequeno bichinho, aparentemente inofensivo, que se multiplicava rapidamente e causava transtornos no meio social.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar