Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.219 em 5/12/2019  

Colombianos são presos em flagrante em Quixeramobim praticando agiotagem e ameaças à população

Colombianos 2

Os dois colombianos foram presos numa operação de policiais do CPRaio deflagrada a partir ...

Colombianos 1

,,, de denúncias da população. Os dois foram levados para a delegacia e autuados em flagrante

Além de duas facções de outros estados brasileiros – Rio de Janeiro e São Paulo - e uma terceira local, o Ceará tornou-se alvo de mais um grupo criminoso, formado por estrangeiros. São dezenas de colombianos que entraram no Brasil de forma ilegal e que hoje se espalharam pela Capital cearense, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e cidades do Interior praticando crimes como agiotagem, ameaças e formação de quadrilha.

Em apenas dois dias, quatro deles foram presos no Interior quando praticavam o crime de agiotagem. Dois foram detidos na última quarta-feira (31) na cidade de Crateús. Ontem (1º), mais dois acabaram presos em Quixeramobim, no Sertão Central do estado (a 201Km de Fortaleza). Com eles, a Polícia encontrou altas somas de dinheiro em espécie, fruto da cobrança de juros exorbitantes de empréstimos fraudulentos.

A denúncia da população de Quixeramobim levou policiais do Comando de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) a um endereço onde foram detidos os colombianos Juan Andres Garcia Ballesteros, 29 anos; e Andres Maurício Marquez Montoya, 30. Com eles, a Polícia apreendeu cerca de R$ 5,4 mil em espécie, além de material de publicidade (panfletos) e anotações da contabilidade da agiotagem na cidade.

Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim, onde foram autuados em flagrante.

Outros presos

No dia anterior, dois colombianos (irmãos) foram presos na cidade de Crateús (a345Km de Fortaleza) quando praticavam ameaças e agiotagem, sendo identificados como Jesus Alberto Franco Sanchez, 27 anos; e Diego Alexander Franco Sanchez, 24 anos. Eles agiam em parceria com um brasileiro, o maranhense identificado por Diego Armando de Oliveira Nunes, 31 anos.

Com o trio preso os policiais apreenderam duas motocicletas e a quantia de R$ 3.014.00 em espécie, fruto das cobranças dos juros de empréstimos ilegais.

No dia 12 de julho, o Ministério Público do Ceará deflagrou a Operação “Préstimos”, para combater casos de agiotagem comandados por colombianos. Os alvos da Operação estavam envolvidos em um esquema criminoso na região do Vale do Curu. Já no dia 23 do mesmo mês o grupo de suspeitos foi solto pela Justiça.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar