Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

3972
Atualizado em 18/10/2017

Operação da PF em Caucaia fecha empresa de segurança clandestina e oficial da PM acaba preso

Caucaia Cel

Na sede da empresa, o sítio do oficial da PM, a PF apreendeu esse material

Um oficial da Polícia Militar, reformado, foi preso em flagrante, na tarde desta terça-feira, durante uma operação que fechou uma empresa de vigilância privada na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A operação foi realizada pela Polícia Federal e deu cumprimento a uma ordem judicial de busca e apreensão.

O oficial, identificado como tenente-coronel Menezes, comandava a empresa. Na residência dele, os agentes encontraram as provas do funcionamento da atividade clandestina. Placas de coletes balísticos (à prova de balas), tonfas (espécie de cassetete), além de protetores para motoqueiros e uma arma de fogo foram encontradas no local.

Como não possuía o registro da arma, o oficial foi levado para a sede da PF, no bairro de Fátima, nesta Capital, e autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Ele pagou fiança e já foi liberado. Já em relação ás suas atividades, será instaurado um inquérito policial a respeito.

Segundo nota oficial da PF, distribuída á Imprensa após a operação em Caucaia, a empresa clandestina de vigilância tinha como sede um sítio pertencente ao militar. Ele foi orientado a encerrar as atividades irregulares. Diz, ainda a nota: “Entre as diversas atribuições da Polícia Federal, está a de fiscalizar e autorizar as atividades de vigilância privada. Essas atividades são exercidas por empresas de vigilância ou por empresas com outras atividades que contratam seus próprios vigilantes (vigilância orgânica)”.

O controle sobre as atividades de segurança privada objetiva a qualidade dos serviços prestados, por meio da fiscalização das empresas prestadoras do serviço de vigilância privada, das empresas com vigilância orgânica, dos vigilantes, bem como dos cursos de formação dos vigilantes.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar