Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.941

Atualizado em 18/12/2017  

Exclusivo: Polícia já identificou e caça bandidos do Bom Jardim que incendiaram ônibus na sexta-feira 13 na Grande Fortaleza

Iphone 16.3.2015-2 001

Aí estão os incendiários caçados pela Polícia: "Pelado", "Vanute", "Vagner" (foragidos) e "Vaguinho" (preso). Todos são integrantes de uma quadrilha de traficantes que atua no bairro Bom Jardim

Incendiário13

Francinei Nobre da Silva, chefe de quadrilha, seria o mandante dos atentados da sexta-feira passada

A Polícia já identificou e procura, ao menos, três bandidos apontados com os responsáveis pelos ataques contra ônibus em Fortaleza na última sexta-feira. O bando seria o autor dos quatro atentados ocorridos naquele dia, nos bairros Canindezinho, Aracapé e Conjunto Timbó. O quarto caso ocorreu na zona Leste de Fortaleza, no bairro Vicente Pinzón. Com exclusividade, o blogdofernandoribeiro.com.br obteve as fotografias do banco foragido.

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha é ligada ao traficante de drogas e assaltante Francinei Nobre da Silva, que foi capturado, ainda na sexta-feira, por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Publica e Defesa Social (SSPDS). Na casa dele, no bairro Granja Lisboa, a Polícia encontrou um arsenal de armas de grosso calibre, entre elas, um fuzil modelo AK-47, arma muito usada por terroristas e milícias no Oriente Médio.

Conforme foi revelado com exclusividade ao blog, os bandidos que atearam fogo nos ônibus são oriundos do bairro Bom Jardim, onde Francinei vem comandando o tráfico de drogas há bastante tempo, como confirmou à Imprensa o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF.

Os acusados são conhecidos por “Pelado”, “Vanute” e Wagner. Outro identificado já se encontra preso, sendo identificado somente por “Vaguinho”.

Atentados

Somente na sexta-feira, o bando atacou quatro ônibus. Três deles foram completamente destruídos pelo fogo. O quarto sofreu danos parciais e somente não foi também totalmente consumido pelas chamas graças à intervenção de populares e motoristas do terminal de transportes do Conjunto Timbó, em Maracanaú.

Com os casos ocorridos na última sexta-feira, subiram para oito os atentados contra coletivos no Estado do Ceará em 2015, sendo seis casos em Fortaleza, um na Região Metropolitana e mais um caso no Interior do Estado.

A Polícia trabalha com a linha de investigação que aponta os atentados como uma ordem que partiu de dentro dos presídios localizados na Grande Fortaleza. Em quatro ocasiões, os criminosos deixaram bilhetes denunciando a insatisfação da massa carcerária com o tratamento que vêm recebendo nos presídios e chegaram a nominar a pessoa para quem estavam dando o recado, a coordenadora do Sistema Penal, Socorro Matias.

Veja, a seguir, a lista dos atentados contra ônibus no Ceará em 2015:

01 – (28 de janeiro) – Bandidos incendeiam ônibus da linha Jardim Jatobá/Siqueira em represália a morte de um comparsa

02 – (05 de fevereiro) – Manifestantes incendeiam um ônibus do transporte escolar na localidade de Cabeça de Negro, na zona rural de Orós, em represália ao fechamento de uma escola pública daquela comunidade

03 – (28 de fevereiro) – Bandidos incendeiam um ônibus no bairro Planalto Pici e deixam uma carta às autoridades denunciando maus-tratos a presos do Sistema Penal

04 – (11 de março) – Criminosos incendeiam um ônibus da linha Siqueira, na comunidade Paraíso Verde.

05 – (13 de março) – Bandidos tocam fogo em um ônibus da linha Siqueira-Planalto Vitória, no bairro Canindezinho.

06 – (13 de março) – Criminosos destroem com fogo ônibus da linha Aracapé

07 – (13 de março) – Bandidos tentam incendiar ônibus no fim da linha do Conjunto Timbó, em Maracanaú.

08 – (13 de março) – Criminosos destroem um ônibus da linha Parangaba-Mucuripe, no bairro Vicente Pinzón

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar