Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.617 em 13/12/2018  

Bandidos com maçarico atacam agência do BB em Fortaleza e violam caixa eletrônico

segunda-feira 23.11.2015 021

Com o maçarico, os ladrões fizeram um buraco na gaveta do caixa eletrônico

Subiu para 62 o número de ataques a bancos neste ano no Ceará. Na madrugada deste domingo (22), ladrões usaram um maçarico para violar um dos caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil, na Avenida Bezerra de Menezes, bairro São Gerardo, em Fortaleza.

Apesar de contar com vigilância eletrônica e está situada numa avenida bastante movimentada 24 horas por dia, a agência foi atacada sem que os ladrões fossem percebidos. Eles teriam demorada ali, pelo menos, uma hora até que conseguissem fazer um buraco na lateral do equipamento. Não se sabe ainda se conseguiram furtar o dinheiro e seu valor.

O caso somente foi descoberto pela manhã, fato que mobilizou equipes da Polícia Militar e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), que esteve no local fazendo levantamentos em busca de identificar os criminosos.

Já na tarde de sexta-feira (20), uma dupla de bandidos assaltou a agência do Bradesco da cidade de Solonópole (a 276Km de Fortaleza).  Conforme o relato de testemunhas, os dois homens entraram armados na agência e renderam os dois vigilantes.

Os seguranças tiveram que entregar suas armas (revólveres de calibre 38). Em seguida, os assaltantes dominaram os funcionários e clientes e roubaram o dinheiro que havia nos caixas, fugindo à pé por uma rua lateral à agência.

Quadrilha presa

Ainda na sexta-feira, policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) desarticularam e prenderam uma quadrilha composta por seis pessoas, entre elas, um adolescente, que estava escondida no bairro Serrinha, em Fortaleza.

Conforme o delegado Raphael Vilarinho, titular daquela Especializada, a quadrilha iria assaltar, ainda na sexta-feira, uma agência bancária na cidade de Tejussuoca ( a 144Km da Capital), no estilo “novo cangaço”, is to é, iriam sitiar a cidade, atirar contra o Destacamento da PM e, em seguida, invadir a agência. O gripo já estava de posse de um carro roubado, com placas clonadas, e com munição. As armas do bando não foram encontradas.

Vilarinho  esclareceu que o grupo era formado por jovens, todos considerados perigosos e alguns já respondem por crime de assassinato e roubo. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar