Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

3984
Atualizado em 19/10/2017

CEARÁ PACÍFICO??? Bandido suspeito de matar três PMs se rende em Quixadá depois de negociar com a Polícia

Bandido de Quixadá

David William Lázaro, o "Deivim", é acusado de fuzilar os PMs no dia 30 de junho, em Juatama

PMs mortos em Quixadá 2

Os três policiais militares foram executados com tiros de fuzil ao tentar interceptar os criminosos na Estrada do Algodão, no Distrito de Juatama

Guanabara

Corpo do sargento PM Guanabara chega ao Hospital de Quixadá. Militar tombou no combate ao crime

Cinco meses após o assassinato de três policiais militares no Município de Quixadá, no  Sertão Central cearense (a 154Km de Fortaleza), um dos principais suspeitos do crime decidiu se entregar à Polícia na tarde desta terça-feira (1º). A rendição do criminoso aconteceu após uma negociação que durou vários dias entre seus advogados e as autoridades.

O assaltante de bancos e latrocida David William Lázaro, o “Deivim”, se apresentou ontem à Delegacia de Polícia de Quixadá com dois advogados. Ele acreditava que iria apenas prestar depoimento e ser liberado. No entanto, contra o bandido já havia um mandado de prisão preventiva por outro crime, seu envolvimento em roubo a banco através de explosão de caixas eletrônicos.

“Deivim” é tido como um dos bandidos que, na tarde do dia 30 de junho último, atacaram duas patrulhas da Polícia Militar na rodovia estadual CE-060, no Distrito de Juatama, na zona rural de Quixadá. Na troca de tiros com os criminosos que planejavam atacar um carro-forte na estrada, três PMs acabaram sendo mortos a tiros de fuzil.

As vítimas foram o sargento PM Francisco Guanabara Filho, o cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto e o solado Antônio Alves Filho, componentes da patrulha da Força Tática de Apoio (FTA), do 9º Batalhão da Polícia Militar do Ceará, sediado em Quixadá. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar