Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

315 em 19/2/2019  

Secretário fala sobre o confronto de bandidos com a Polícia que deixou 11 mortos em Milagres. "Ainda não sabemos o que aconteceu"

"É muito difícil julgar, pois não sabemos ainda o que realmente aconteceu". As palavras são do secretário da Segurança Pública e Defesa Socialdo Ceará, delegado federal André Costa, ao ser indagado por jornaista sobre a morte de cinco membros de uma família, que se tornaram reféns durante o ataque de bandidos na cidade de Milagres, no Cariri, Sul do Ceará (a 497Km de Fortaleza), na madrugada desta sexta-feira (7). Durante o confronto entre o bando e a PM< morreram também seis criminosos, totalizando 11 óbitos na cidade. 

O secretário participou, na manhã de hoje, da inauguração do Centro Regional de Inteligência, em Fortaleza. Estava ao lado governador Camilo Santana (PT) e do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Costa afirma que o caso será investigado. "A gente nao sabe, ainda, exatamente o que acontreceu. Houve uma troca de tiros. Um dos presos diz que matou pessoas que estavam no local e que não era da quadrilha. Vai ser feito um trabalho de perícia. 

O confronto

O bando armado teria invadido a cidade por volta de 2 horas. Contudo, a Polícia Militar havia recebido informações de Inteligência e   estrategicamente montou o cerco aos criminosos. Na troca de tiros que se estabeleceu durante cerca de 20 minutos, segundo o relato dos moradores do Centro de Milagres, bandidos foram mortos e policiais teriam ficado feridos. Em seguida, veio a informação de que entre os 11 mortos estariam cinco reféns.

A cidade acordou atônita durante a madrugada com o intenso tiroteio. Quando o dia amanheceu, a movimentação policial permanecia intensa. Na porta do Hospital Municipal Nossa Senhora dos Milagres foram estacionados dois rabecões do núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) de Juazeiro do Norte.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar