Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.299 em 19/7/2019  

Vereador Julierme acusa Inteligência da SSPDS de ter comandado a operação que deixou reféns mortos em Milagres

 Veja o pronunciamento do vereador Julierme

Carro do bando

Carro usado pelo bando foi roubado em Sergipe e entrou no Ceará 15 dias antes do ataque

O policial civil e vereador Julierme Sena (PROS) subiu à tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza para questionar a operação policial ocorrida em Milagres, onde 14 pessoas foram mortas, entre elas, seis reféns.

O vereador afirmou que quem comandou a operação foi a Coordenadoria de Inteligência (Coin) e criticou a falta de integração com os órgãos de Segurança Pública do Ceará. Para Julierme, a Coordenadoria deveria filtrar as informações e repassar para Polícia Civil prosseguir com as investigações. “A Coin avocou para si a investigação e deu continuidade”.

Julierme Sena afirmou que os policiais civis de Sergipe informaram ao Estado do Ceará que um carro Fiat Strada, placa JSC 8251, estava a serviço da quadrilha e há 15 dias veio para o Ceará, mas o veículo não foi devidamente monitorado.  

O parlamentar criticou ainda a decisão do afastamento dos policiais militares “afastou 12 policiais militares, mas não afastou quem comandou a operação”, destacou.

Defensor da categoria, Julierme destacou ainda uma declaração do governador Camilo Santana, que afirmou o desejo de transformar a Polícia Civil na melhor do país. "Governador, saia da retórica. Coloque em prática!”, disse o vereador.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar