Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.084 em 18/11/2019  

Bandidos desafiam a Segurança Pública e atacam outro banco no interior do Ceará em menos de 24 horas

Banco explodido hoje

Em menos de cinco meses, oito bancos foram explodidos por quadrilhas no interior do Ceará 

Pela segunda vez, em menos de 24 horas, bandidos explodem um banco no Ceará. Na madrugada desta quarta-feira (8), uma quadrilha fortemente armada assaltou a agência do Bradesco da cidade de Graça, na Região Norte do estado (a 290Km de Fortaleza). A mesma cidade já havia sido atacada há exatos 35 dias, com a destruição do Banco do Brasil. Agora, já são oito ataques a bancos no Ceará em 2019.

Conforme as primeiras investigações, a quadrilha atacou a cidade de Graça na madrugada de hoje, por volta de 2 horas. Bandidos usando fuzis, pistolas e espingardas se dividiram em dois grupos e atiraram, simultaneamente, na agência do Bradesco e no prédio que abriga o Destacamento da PM. A ação criminosa em Graça repetiu as cenas ocorridas no dia anterior na cidade de Irauçuba (155Km de Fortaleza).

Segundo os moradores, a população acordou atordoada com tiros e explosões no meio da madrugada. Os policiais militares de plantão no Destacamento foram impedidos de sair do prédio por conta de uma sequência de tiros disparados pelos criminosos.

Após o ataque, a quadrilha fugiu do Município, sem levar reféns. Um cerco policial está sendo realizado na região.

Com o ataque de hoje, já são oito bancos assaltados no Ceará em 2019. Veja a relação:

01 – (5 DE FEVEREIRO) - Um grupo de cerca de 10 homens explodiu a agência do Bradesco no município de Cariré, região norte do Estado, durante a madrugada. A explosão deixou a parte interna da agência totalmente destruída. A estrutura do prédio também foi atingida pelo impacto do material utilizado pelos suspeitos, que fizeram um “cordão humano” para explodir os caixas eletrônicos do local.

02 – (13 DE FEVEREIRO) - Criminosos explodiram a agência bancária do Banco do Brasil e atacaram uma lotérica no município de Croatá, durante a madrugada. Segundo relatos de moradores, o grupo cercou a cidade e provocou medo à população. O destacamento policial municipal também foi atacado e a fachada do prédio foi atingida por tiros. Por conta do ataque, a agência bancária teve o interior destruído. Já a lotérica teve as portas de vidro quebradas com a ajuda de uma marreta, que foi encontrada no local do crime.

03 – (26 DE FEVEREIRO) – A agência bancária do Bradesco foi explodida por criminosos durante a madrugada, no Município de Tururu, Região Norte do Ceará. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos atiraram contra uma lotérica, uma funerária e um veículo. Durante a fuga o grupo também incendiou um carro. Esta foi a segunda vez que a agência foi alvo de criminosos. Durante a ação, os suspeitos se dividiram por vários pontos da cidade e efetuaram disparos, inclusive, contra o destacamento da Polícia Militar.

4 – (2 DE MARÇO) - A agência da Caixa Econômica Federal foi explodida por criminosos no Município de Tamboril durante a madrugada. Conforme a Polícia Militar, durante a ação, os suspeitos utilizaram caminhões para bloquear as ruas e impedir o acesso da Polícia. Os veículos pertenciam a uma empresa que estava montando um palco para as festas de Carnaval da cidade. Devido ao impacto do artefato explosivo, a agência ficou totalmente destruída. Houve princípio de incêndio no local. Os criminosos também efetuaram nas ruas. Durante a fuga, jogaram grampos na pista para furar os pneus das viaturas e evitar a perseguição.

5 – (28 de MARÇO) – Bandidos atacam a agência do Bradesco da cidade de Tejuçuoca e promovem uma explosão. Moradores relataram também tiros. Criminosos incendiaram veículos na hora da fuga e desapareceram.

6 – (2 DE ABRIL) – Bandidos fortemente armados atacam a cidade de Graça, na Região Norte do estado, disparam tiros contra a sede do Destacamento da Polícia Militar e em seguida, atacaram a agência do Banco do Brasil. Na fuga, incendiaram um veículo.

7 – (7 DE MAIO) – Uma quadrilha fortemente armada atacou a cidade de Irauçuba e destruiu com explosão os caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil. Houve disparos contra o Destacamento da PM e, na fuga, um secretário do Município foi levado como refém, mas logo liberado. Grampos foram espalhados na BR-222, furando os pneus de diversos veículos.

8 – (8 de MAIO) – Uma quadrilha assaltou a agência do Bradesco da cidade de Graça, após 35 dias do primeiro ataque contra o Banco do Brasil (dia 2 de abril). Houve explosão dos caixas eletrônicos e ataque simultâneo ao Destacamento policial do Município.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar