Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.084 em 18/11/2019  

Bandidos explodem agência do Bradesco de Quiterianópolis no nono assalto a banco no Ceará em 2019

BRadesco 99

Dois caixas eletrônicos ficaram destruídos com as explosões na madrugada desta quinta

O Ceará registrou na madrugada nesta quinta-feira (4), o nono ataque a banco no Interior. O alvo dos criminosos desta vez foi a cidade de Quiterianópolis (a 397Km de Fortaleza) onde uma quadrilha explodiu a agência do Bradesco. A Polícia faz uma operação na região na tentativa de localizar os ladrões.

O assalto aconteceu por volta de 4 horas, segundo relatos dos moradores. Tiros foram ouvidos e, logo depois, o bando usou os explosivos para destruir os caixas eletrônicos que haviam sido abastecidos na tarde de ontem. No entanto, as primeiras informações revelam que os ladrões não teriam conseguido roubar o dinheiro depositado nos equipamentos.

Logo após o crime, a quadrilha teria fugido em vários veículos em direção à localidade de Malhada Grande, na zona rural de Quiterianópolis , alcançado a Estrada do Algodão, a CE-060. Apesar da violência do ataque, não há registro de pessoas mortas ou feridas durante o ataque.

Policiais militares de cidades próximas, como Tauá, Novo Oriente, Independência, Tauá e Parambu, fazem bloqueios nas estradas para impedir a fuga dos criminosos em direção ao Piauí. As patrulhas dos Destacamentos estão recebendo apoio de viaturas do Batalhão de Divisas e do Comando Tático Rural (Cotar).

Veja, a seguir, um resumo dos ataques a bancos no Ceará em 2019:

01 – (5 DE FEVEREIRO) - Um grupo de cerca de 10 homens explodiu a agência do Bradesco no município de Cariré, região norte do Estado, durante a madrugada. A explosão deixou a parte interna da agência totalmente destruída. A estrutura do prédio também foi atingida pelo impacto do material utilizado pelos suspeitos, que fizeram um “cordão humano” para explodir os caixas eletrônicos do local.

02 – (13 DE FEVEREIRO) - Criminosos explodiram a agência bancária do Banco do Brasil e atacaram uma lotérica no município de Croatá, durante a madrugada. Segundo relatos de moradores, o grupo cercou a cidade e provocou medo à população. O destacamento policial municipal também foi atacado e a fachada do prédio foi atingida por tiros. Por conta do ataque, a agência bancária teve o interior destruído. Já a lotérica teve as portas de vidro quebradas com a ajuda de uma marreta, que foi encontrada no local do crime.

03 – (26 DE FEVEREIRO) – A agência bancária do Bradesco foi explodida por criminosos durante a madrugada, no Município de Tururu, Região Norte do Ceará. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos atiraram contra uma lotérica, uma funerária e um veículo. Durante a fuga o grupo também incendiou um carro. Esta foi a segunda vez que a agência foi alvo de criminosos. Durante a ação, os suspeitos se dividiram por vários pontos da cidade e efetuaram disparos, inclusive, contra o destacamento da Polícia Militar.

4 – (2 DE MARÇO) - A agência da Caixa Econômica Federal foi explodida por criminosos no Município de Tamboril durante a madrugada. Conforme a Polícia Militar, durante a ação, os suspeitos utilizaram caminhões para bloquear as ruas e impedir o acesso da Polícia. Os veículos pertenciam a uma empresa que estava montando um palco para as festas de Carnaval da cidade. Devido ao impacto do artefato explosivo, a agência ficou totalmente destruída. Houve princípio de incêndio no local. Os criminosos também efetuaram nas ruas. Durante a fuga, jogaram grampos na pista para furar os pneus das viaturas e evitar a perseguição.

5 – (28 DE MARÇO) – Bandidos atacam a agência do Bradesco da cidade de Tejuçuoca e promovem uma explosão. Moradores relataram também tiros. Criminosos incendiaram veículos na hora da fuga e desapareceram.

6 – (2 DE ABRIL) – Bandidos fortemente armados atacam a cidade de Graça, na Região Norte do estado, disparam tiros contra a sede do Destacamento da Polícia Militar e em seguida, atacaram a agência do Banco do Brasil. Na Guga, incendiaram um veículo

7 – (7 DE MAIO) – Uma quadrilha fortemente armada atacou a cidade de Irauçuba e destruiu com explosão os caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil. Houve disparos contra o Destacamento da PM e, na fuga, um secretário do Município foi levado como refém, mas logo liberado. Grampos foram espalhados na BR-222, furando os pneus de diversos veículos.

8 – (8 DE MAIO) – Uma quadrilha assaltou a agência do Bradesco da cidade de Graça, após 35 dias do primeiro ataque contra o Banco do Brasil (dia 2 de abril). Houve explosão dos caixas eletrônicos e ataque simultâneo ao Destacamento policial do Município.

9 – (4 DE JULHO) – Ataque com explosão à agência do Bradesco de Quiterianópolis.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar