Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.681 em 13/9/2019  

Em 24 horas, 10 pessoas são assassinadas no Ceará

Iphone quinta 16 002

O corpo de um garoto, crivado de balas, foi encontrado nas margens da BR-020, em Caucaia

Iphone quinta 16 028

No IJF morreu o traficante Cristiano Sousa da Silva, o "Nial", ferido em tiroteio com a PM

Pelo menos, 10 pessoas foram assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas, conforme os registros da Polícia Militar e da Perícia Forense do Estado (Pefoce). A violência armada se estendeu por Fortaleza, sua Região Metropolitana e pelo Interior. Todas foram mortas com o uso de armas de fogo.  Entre as vítimas da  violência estão um adolescente e uma jovem, ambos ainda não identificados.

A sequência de crimes começou na manhã de quarta-feira, quando, por volta de 6h30, o corpo de um garoto, de aproximadamente 15 anos, foi encontrado crivado de balas  nas margens da BR-020, na localidade de Caraussanga, em Caucaia (RMF).

Ainda na madrugada de quinta-feira, Dárlisson William de Oliveira foi morto, a tiros, na Rua Libânia, na Serrinha. Os atiradores ocupavam um carro preto.

Na tarde de quinta, um tiroteio na esquina das ruas Edite Braga e Elvira Pinho, no Montese, teve como vítima fatal  um homem identificado como Alexandre da Silva.

À noite, dois crimes em sequência ocorreram no Interior do Estado. Na cidade de Jaguaribe (300Km da Capital), o agricultor Pedro Henrique da Silva Peixoto, 27 anos, foi executado na porta de casa por dois motoqueiros. Ele acabou atingido por vários tiros. O segundo crime aconteceu na cidade de Paracuru (100Km de Fortaleza), no Litoral Oeste do Ceará.

Ainda na noite passada, um homem foi morto no bairro Queimadas, em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza; e outro na Vila Benjamin, no Município de Pacatuba. Já na Rua 31 do Conjunto Jereissati, em Maracanaú, a vítima foi um jovem conhecido por Ramon.

Tiroteio e morte

Também na noite da quinta-feira, um intenso tiroteio entre traficantes de drogas e policiais militares numa favela próxima ao antigo Frigorífico de Fortaleza (Frifort) deixou ferido um traficante identificado como Cristiano Sousa da Silva, conhecido por “Nial”,  tido como responsável por um “rosário” de assassinatos nos bairros Vila Velha, Antônio Bezerra e Quintino Cunha.

No momento em que a PM aguardava a chegada de uma ambulância do Samu para socorrer o traficante, os comparsas dele apareceram no local e houve nova troca de tiros com osmilitares. A área foi cercada por várias patrulhas. “Nial” foi levado, sob escolta policial, para o Instituto Doutor José Frota, mas morreu na madrugada de hoje.

E por volta de 2 horas de hoje, uma jovem foi morta, a tiros, logo após descer de um carro preto, nas proximidades do Quartel do Corpo de Bombeiros, no bairro Jacarecanga. A vítima estava sem documentos.