Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Presa quadrilha que comandava tráfico de drogas na Praia de Iracema. A mulher que chefiava o bando morava em apartamento de luxo na Beira-Mar. Uma escrivã da Polícia Civil também foi detida em operação da DHPP

Pelo menos, seis pessoas, entre elas, uma policial civil, foram presas numa operação sigilosa realizada na noite da última sexta-feira (20), nas favelas Oitão Preto, Graviola e do Morro, na Praia de Iracema, por duas equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Uma mulher, apontada como a chefe do tráfico naquele setor da cidade, foi capturada juntamente com seu companheiro, além de uma irmã e uma  tia, esta última, escrivã lotada no 33º DP (Goiabeiras). A traficante Gabriela de Sousa Bonfim, a 'Gaby', e o companheiro dela, Francisco Wesley Bento de Lima, o 'Leleca', são apontados como 'cabeças' da venda de drogas na orla da Capital e suspeitos de terem ordenado vários assassinatos por conta da disputa pelo comando do tráfico.

Para despistar a Polícia, ultimamente, o casal estava morando em um apartamento de luxo situado na esquina da Avenida Historiador Raimundo Girão com a Rua Antônio Augusto, a poucos metros da Beira-Mar, mas foi detido na Favela Graviola, localizada entre as ruas Nogueira Acioly e Gonçalves Ledo.

Também na favela, foram capturadas Graziela de Sousa Bonfim, conhecida a 'Ziza' (irmã de 'Gaby'), e uma mulher conhecida por Suelen, que seria a 'gerente' do tráfico na Favela Graviola e uma das principais comparsas de 'Gaby'.  Conforme informações iniciais, ainda não confirmadas, com o grupo preso a DHPP teria apreendido uma pistola, carregadores e cerca de um quilo de cocaína.

Já a escrivã da Polícia Civil presa durante a operação, identificada como Graça, foi detida no momento em que chegava na sede da DHPP na companhia de um advogado. Ela teria ido até o local na tentativa de obter a soltura das duas sobrinhas, mas não sabia que contra ela havia também um mandado de prisão preventiva. A policial é suspeita de ter envolvimento com o tráfico nas três favelas.  

'Gaby' já tem um longo histórico criminal por comandar o tráfico de drogas na Praia de Iracema. Em 2012,  foi presa por policiais da Delegacia de Narcóticos (Denarc) quando saía do velório de um de seus principais comparsas, o jovem Francisco Juan Lima da Silva, assassinado por bandidos rivais na Rua Tenente Benévolo. 'Gaby' passou pouco tempo na cadeia e, outra vez em liberdade, voltou a comandar  o tráfico de cocaína e, principalmente, de pedras de crack, na orla. Ultimamente, a quadrilha vinha agindo com maior intensidade na Favela Graviola, onde a venda de entorpecentes é intensa e virou um desafio para as autoridades da Segurança Pública. Ali funciona uma cracolândia durante 24 horas. 

A Polícia Civil deverá, na manhã desta segunda-feira (23), dá maiores detalhes da operação, em coletiva de imprensa na sede da DHPP.  Sabe-se, porém, que outras pessoas estão ainda sendo procuradas por integrar a mesma organização criminosas, algumas delas conhecidas por Vanessa, Kiko, Ceiça e Dudu.  Além do apartamento de luxo em que estava morando, 'Gaby' também possui casa de praia.