Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

4.060
Atualizado em 23/10/2017

Bandidos morrem em troca de tiros com a PM

pistola

Dois homens morreram numa troca de tiros com policiais militares na noite de segunda-feira (21). O confronto entre bandidos e PMs ocorreu por volta de 21 horas, na esquina das ruas Virgílio de Morais e Cruz , no bairro Autran Nunes, na Área Integrada de Segurança Dois (AIS-2), na zona Sul de Fortaleza.

Conforme consta no relatório de ocorrências da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), publicado no site da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os dois homens  estariam sendo procurados no bairro quando foram abordados por uma patrulha da PM e revidado a abordagem, disparando tiros de pistola.

Os PMs teriam reagido e também atirado, conseguindo ferir os dois homens. Os próprios militares teriam providenciado o socorro dos feridos ao hospital, onde eles acabaram morrendo. Mais tarde, foram identificados como Rodrigo da Silva Diógenes, 21 anos;  e Laerte Lacerda de Lima Filho, 20 anos. As autoridades não informaram se ambos tinham antecedentes criminais.

Em poder dos dois homens baleados a Polícia encontrou uma pistola sem numeração, além de um simulacro de pistola (de brinquedo) preta. O material foi encaminhado ao plantão do 12º DP (Conjunto Ceará), onde os PMs também se apresentaram após a ocorrência e prestaram depoimento.

Outro caso

Este foi o segundo caso, em menos de 24 horas, em que policiais militares, de serviço, reagem e matam pessoas na hora de efetuar a  prisão. O primeiro episódio ocorreu por volta de 21h30 do domingo (20), no Sítio Abrigo, na zona rural do Município de Ererê, na Região do Vale do Jaguaribe (a 258Km de Fortaleza). Conforme relato do Comando do Policiamento do Interior Sul (CPI Sul), o caso ocorreu quando a patrulha CP-1303, sob o comando de um subtenente, foi acionada para um caso de homicídio a golpes de faca naquela localidade. Ao chegar no local, os policiais se depararam com um homem morto com várias facadas. Tratava-se de Valdir Lopes Pereira.

Rapidamente, os PMs iniciaram diligências e descobriram que os acusados do crime eram pai e filho, também moradores do Sítio Abrigo, vizinhos da vítima, e que tinham fugido para casa. Quando se aproximaram do local para efetuar a prisão dos suspeitos, estes reagiram. O pai, Jesus Luiz de Paulo, estava com uma foice. O filho, Josafá Paulo Costa, com uma faca. Eles teriam investido contra a patrulha e ambos foram baleados.  Josafá recebeu um tiro de raspão na cabeça, foi socorrido para o hospital da cidade, onde faleceu. O pai, Jesus Luiz de Paulo, também baleado, permanece internado sob escolta policial, devendo ser autuado em flagrante por assassinato (do vizinho), tentativa de homicídio e resistência à prisão (contra os PMs) tão logo receba alta médica.