Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

CEARÁ PACÍFICO??? Somente nas primeiras 72 horas de 2017, 28 pessoas foram vítimas de assassinato no estado

Aracati - homicídio

A criminalidade avança em todas as quatro regiões do estado monitoradas pela Secretaria da Segurança

O ano mal começou e a violência já mostra sua cara no Ceará. Em apenas três dias de 2017, 28 pessoas foram assassinadas no estado, sendo nove casos na Capital, dois na Região Metropolitana de Fortaleza e mais 17 crimes no Interior, sendo 13 na Região Sul e quatro na Região Norte. Entre os 28 casos, um feminicídio (o 1º do ano) e seis óbitos decorrentes de confrontos entre bandidos e policiais. Também foram registrados dois latrocínios.

A Região Sul do Interior cearense apresentou o maior número de assassinatos neste começo de ano, com 13 homicídios nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (5 casos), Quixadá, Icó, Russas, Mombaça, Jucás, Tauá, Quiterianópolis e Aurora.

Já na Região do Interior Norte, foram quatro homicídios nos Municípios de  Ocara, Coreaú, Itarema e Varjota.

Em Fortaleza, foram registrados nove homicídios nos seguintes bairros da Capital: Barra do Ceará (3 casos), Pirambu, Colônia, Itaperi, Bom Jardim, Carlito Pamplona e Jardim Iracema.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), apenas dois casos de homicídios foram registrados nos primeiros três dias de 2017, sendo um em Aquiraz e outro em Maracanaú, onde neste último um jovem foi vítima de um latrocínio na noite desta terça-feira (3).

Bandidos versus Polícia

Seis casos de mortes de bandidos em confronto com policiais civis e militares foram registrados nas últimas 72 horas em todo o estado. Veja os seis episódios.

1 (1º de janeiro) – Um bandido morreu numa troca de tiros com um policial militar, de folga,  na Rua Ari de Sá Cavalcante, na Barra do Ceará. O PM ficou ferido, mas reagiu.

2 – (1º de janeiro) – Bandidos trocam tiros com policiais militares do Destacamento da PM no Distrito de Almofala, em Itarema (a 210Km de Fortaleza) na madrugada do réveillon. Um deles é ferido e acaba morto.  Tratava-se de Francisco Kalebe Sousa Roque, 26 anos.

3 – (2 de janeiro) – Bandidos tentam assaltar um escrivão da Polícia Civil na Avenida Leste-Oeste, em Fortaleza. Houve troca de tiros e um dos ladrões acabou morto, sendo identificado como Everton da Silva Lima, 28 anos. O policial civil foi baleado e permanece internado. Um segundo assaltante está preso.

4 – (2 de janeiro) – Uma troca de tiros entre uma quadrilha que havia assaltado a residência de um casal italiano acontece na Prainha, em Aquiraz, na RMF. No confronto com várias patrulhas da PM, um dos assaltantes é baleado e morto.

5 – (3 de janeiro) – Um adolescente, armado e pilotando uma motocicleta roubada, troca tiros com uma patrulha do Batalhão Raio pelas ruas dos bairros Jardim Iracema, Padre Andrade e Vila Velha. No confronto, o menor morre. Foi identificado como Francisco Iago Moreira dos Santos, 17 anos.

6 – (3 de janeiro) – Um ex-presidiário, identificado como Lucas Silva de Oliveira, morre ao tentar jogar para dentro da cadeia pública de Tauá (a 337KM de Fortaleza) objetos ilícitos como drogas e celulares. A guarda do presídio reage e ele acaba ferido e morto.

Cariri violento

A Região Sul do estado apresentou em 72 horas um índice de violência preocupante para as autoridades da Segurança Pública Estadual, foram seis homicídios, e cinco deles somente na cidade de Juazeiro do Norte.

Veja a relação das vítimas dos homicídios no Cariri:

1 – (1º de janeiro) – Jesualdo Gonçalves da Silva, 30 anos, é morto, a tiros, no bairro João Cabral, na cidade de Juazeiro do Norte.

2 – (1º de janeiro) – Jonas Batista de Lima Cardoso, 26 anos, é morto a tiros no bairro Juvêncio Santana, na periferia de Juazeiro do Norte.

3 – (1º de janeiro) – Carlos Eduardo Bladino dos Santos, 19 anos, morto a tiros no bairro Romeirão, em Juazeiro do Norte.

4 – (2 de janeiro) – José dos Santos, 43 anos, assassinado, a tiros, no bairro do Horto, periferia de Juazeiro do Norte.

5 – (3 de janeiro) – Igor Bezerra da Silva, 19 anos, assassinado, a tiros, no bairro Pio XII, na periferia de Juazeiro do Norte.

6 – (3 de janeiro) – Antônio Ferreira de Lima, assassinado, a tiros, na localidade de Sítio Malha Funda, na zona rural do Município de Aurora (a 476Km de Fortaleza)