Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.909

Atualizado em 15/12/2017  

Cenas de barbárie se espalham pelas ruas da Capital na guerra de traficantes e suas facções

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscandoIntermitente piscando

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro

Corpo carbionizado 2

QUARTEJADOS, DECAPITADOS E CARBONIZADOS

E a barbárie prossegue nas ruas de Fortaleza e da Região Metropolitana. Nas últimas 24 horas, ao menos, três corpos foram encontrados em via pública com sinais de crueldade. Vítimas são mortas e depois esquartejadas, decapitadas ou incendiadas. Muitas vezes, tudo isso ao mesmo tempo. A guerra declarada entre as facções criminosas virou um desafio que há muito tempo as autoridades do estado perderam.  A Segurança Pública do Ceará está em xeque neste momento em que em alguns bairros o crime se alastrou e se tornou um pesadelo para os seus moradores.

Antes midiático, agora o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, delegado federal André Costa, pouco aparece na Mídia. Sua presença em público tem se restringido às solenidades de implantação do Batalhão Raio ou em operações policiais no Interior.  Já compreende que o crime está avançando no Ceará  e fica difícil dar uma boa explicação quando indagado pela Imprensa. No mesmo compasso em que aumentam as prisões de bandidos e as apreensões de drogas, também aumentam os índices dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). Com mais de 460 homicídios em setembro, as taxas de homicídios dobraram em comparação ao ano passado.  Até o dia 31 de setembro, o Ceará registrou 3.702 assassinatos. E o mês de outubro já começou “bombando”.

CLIMA DE GUERRA NA CAPITAL

pIRAMBU 100

Ônibus apedrejado, caminhão incendiado, Ecoponto depredado, escolas com aulas suspensas, tiroteios, mortes e pavor. Em resumo, este é o quadro atual em quatro bairros de Fortaleza, onde até barricadas foram colocadas nas ruas pelos bandidos para impedir a passagem da Polícia. Estamos falando do Pirambu, Barra do Ceará, Colônia e Cristo Redentor. São comunidades vizinhas, na zona Oeste da Capital, onde a guerra entre quadrilhas tem deixado a população refém. Nesta quarta-feira (4) até os ônibus deixaram de circular dentro dos bairros, obrigando milhares de pessoas a caminharem até a Avenida Leste-Oeste pra poderem apanhar o coletivo e seguirem para o trabalho ou para a escola. Há informações – ainda não confirmadas – de que as facções teriam delimitado suas áreas, com a Avenida Doutor Thebege servindo como uma espécie de fronteira do crime.

SOUTO VOLTA AO CPC

sOUTO CEL

Após ser mandado para a Reserva Remunerada, por imposição De uma lei descabida, o coronel PM Francisco Souto está de volta á Corporação. Ganhou na Justiça o direito de poder voltar a trabalhar em prol da sociedade. Trata-se de um dos mais dedicados oficiais da Polícia Militar, conhecedor de Fortaleza e de seus problemas na área da Segurança. Retorna ao cargo que teve que deixar recentemente, o de chefe do Comando do Policiamento da Capital (CPC). Terá muito trabalho pela frente. Mas desafios ele aceita. A segurança de Fortaleza precisa urgente de um incremento de redistribuição de efetivo. Áreas consideradas críticas ainda contam com companhias da PM com baixíssimo efetivo e poucos meios para combater a bandidagem. Outras teriam que ter seus comandos trocados, para o sangue novo atuar com mais intensidade. Fica a sugestão ao comandante.

MATANÇA DE POLICIAIS EM DEBATE

sABINO CHORÃO

Marcada para esta quinta-feira (5) no auditório da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará uma audiência pública que será presidida pelo deputado federal Cabo Sabino (PR) e com o apoio do deputado estadual Capitão Wagner (PR). Assunto: a violência que domina o estado e que já deixou 56 profissionais da Segurança Pública mortos neste ano.  Somados aos números de  2015 e 2016 (gestão do governador Camilo Santana/PT), já são 75 agentes assassinados, um recorde na história do Ceará.  Nestes dois anos e 10 meses, foram assassinados 56 PMs, nove policiais civis (entre delegado, escrivães e inspetores), cinco guardas municipais, três agentes penitenciários e dois policiais rodoviários federais. Na conta deveriam entrar também os vigilantes, que são constantes alvos da bandidagem. Assunto e números não vão faltar para o evento sob a batuta do maestro Sabino.

MORONI NO OLHO DO FURACÃOmORONI HOJE

Vice-prefeito de Fortaleza e coordenador do Plano Municipal de Proteção Urbana (PMPU), Moroni Bing Torgan esteve nesta terça-feira (3) no “olho do furacão”. Junto com sua equipe, visitou a Barra do Ceará e foi parar na comunidade das Goiabeiras, onde deverá ser instalada a segunda torre de segurança prevista no projeto do PMPU (a primeira já está em construção no Jangurussu).  Teve a oportunidade de conversar com os moradores do entorno da Areninha. Ouviu os reclames dos cidadãos de bem que, hoje, estão aprisionados em seus lares por conta da bandidagem. Como conhecedor profundo da área da Segurança Pública (foi secretário da Segurança do Ceará e é delegado federal), Moroni deverá buscar soluções concretas para devolver a paz à Barra do Ceará.  Além das ações de policiamento, o plano prevê a “Tenda da Cidadania”, com muita prestação de serviços para a comunidade. Secretário Municipal de Segurança Cidadã de Fortaleza, Antônio Azevedo, também esteve lá.

HOMENAGEM NA ADESG

Perito Macedo e cel. Duarte

Delegado da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra no Estado do Ceará, coronel BM Duarte Frota (à esquerda na foto), presidiu a terceira edição do seminário “Os Desafios da Inteligência Estratégica Para o Século XXI”.  O evento, que já teve edições no Rio de Janeiro e Brasília, teve como objetivo traçar planos a curto e médio prazos que orientem decisões nas mais diversas áreas da sociedade, com execução de maneira planejada e inteligente. Na ocasião, o perito-geral da Perícia Forense do Estado do Ceará, Ricardo Macedo (à direita na foto), foi agraciado com o Certificado de Colaborador Emérito da instituição, por relevantes serviços prestados à sociedade cearense.  Já o coronel Duarte Frota teve atuação marcante no comando do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará.

COISA DE BANDIDO “PROFISSIONAL”

Bradesco Parangaba

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) estão “quebrando a cabeça” para entender a ação criminosa praticada no último fim de semana por uma quadrilha que roubou cerca de R$ 1 milhão do cofre da agência Bradesco, no bairro Parangaba, em Fortaleza. O grupo, provavelmente de outro estado brasileiro, agiu silenciosamente e com “profissionalismo”, furtando toda essa bagatela sem despertar nenhuma suspeita. O crime só foi descoberto na manhã de domingo. Os ladrões desarmaram os alarmes e outros sistemas de segurança eletrônica da agência e do equipamento bancário. Uma equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) também esteve lá em busca de impressões digitais e outros vestígios que possam levar à identificação dos gatunos.

E TEM MAIS!!!

* Sobral, a “Princesa do Norte”, tem sido palco da violência armada. Depois das críticas públicas e ácidas do prefeito Ivo Gomes (PDT) ao trabalho do Batalhão Raio, da Delegacia da Polícia Civil e da Perícia Forense, o Município vem sendo palco de constantes assaltos, roubos de veículos, tiroteios e assassinatos. Nestes 10 meses de 2017, já são (até hoje, dia 4), 89 homicídios. No ano passado inteiro foram 51.

* Mais um crime de intolerância passa a ser investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. Outro travesti foi morto no Ceará. O crime ocorreu no último fim de semana. O travesti que usava o nome social de Natália Moura, 45 anos, foi executado, a tiros, na noite de sábado último, na porta de um motel Avenida Duque de Caxias, Centro.

* Vergonhoso para as forças de Segurança Pública: três dos seus integrantes encabeçavam uma organização criminosa que planejava fraudar o concurso para o cargo de agente penitenciário do Ceará. Os soldados PMs Glaudemir Ribeiro do Nascimento 35 anos; e Albanir Almeida de Vasconcelos, 32; além do guarda municipal Aurélio Moraes da Silva. Os três permanecem atrás das grades.  

*  Das 22 Áreas Integradas de Segurança  do Ceará (AIS), apenas uma apresentou resultado positivo no quesito “vidas salvas” no terceiro trimestre de 2017, entre  1º de julho e o dia 24 de setembro.  Os dados são da própria Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).  A AIS-10, sediada no Cariri (Juazeiro do Norte) onde houve uma redução de homicídios no período em comparação a 2016.

* Neste intervalo, todas as 22 áreas Integradas de Segurança (AIS) apresentaram, juntas, um aumento de registros de assassinatos. Foram 594 assassinatos a mais que igual período do ano passado. A com pior índice foi a AIS-12 (Maracanaú) com 79 mortes a mais que no terceiro semestre do ano passado. Também tiveram aumento expressivos as AIS 13 (Eusébio), 11 (Caucaia), 19 (Sobral) e 8 (Barra do Ceará). Os dados não foram ainda consolidados, mas tendem a aumentar.

* A proposta que aumenta a pena para pessoas que resistem e/ou desobedecem policiais está pronta para votação no Plenário da Câmara dos Deputados. Segundo o texto aprovado na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), a resistência à ação de um profissional de segurança passaria a ter pena de um a três anos de reclusão e multa.  Atualmente, a detenção é dois meses a dois anos, além de multa.

A PERGUNTA DO DIA:  O Tribunal de Justiça do Estado Ceará vai mesmo prestar o desserviço à sociedade cearense desativando os Fóruns Cíveis e Criminais da Capital???

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1