Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

4.004
Atualizado em 20/10/2017

Em menos de 24 horas, dois bandidos morrem quando assaltavam na Grande Fortaleza

Feriadão 10

Bandido morreu quando atacava passageiros no entorno da estação do Metrô em Maracanaú

Feriadão 50

No Araturi, em Caucaia, um assaltante morreu e outro ficou ferido em tiroteio com o BPRaio

Um assaltante morreu no começo da manhã desta sexta-feira (13) quando praticava crimes de roubo nas proximidades da estação do Metrô, na cidade de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).  Armado e um comparsa estavam atacando as pessoas que desembarcavam dos trens naquela cidade para seguir em direção ao trabalho.

Nas proximidades da estação, a dupla voltou a agir e houve reação.  Um dos assaltantes acabou ferido e teve morte instantânea. Ele tombou com um revólver na mão. O bandido tinha em sua posse vários aparelhos celulares que seriam das vítimas dos assaltos.  O comparsa dele conseguiu escapar.

Até o momento, a Polícia não revelou quem teria sido o autor dos disparos contra o bandido. Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local em busca de pistas. Já os peritos forenses recolheram a arma e os aparelhos que estavam com o assaltante.

Esta foi a segunda morte de assaltante na Grande Fortaleza nas últimas 24 horas, pois no começo da tarde de quinta-feira (12), um assaltante tombou sem vida ao trocar tiros com policiais militares de uma patrulha do Batalhão de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio), no Município de Caucaia.  

O fato ocorreu no Conjunto Araturi, quando a dupla praticava ataques a pessoas nos pontos de ônibus e em estabelecimentos comerciais. Ao avistarem uma patrulha do BPRaio, os criminosos trataram de tentar fugir e ouve perseguição policial com tiroteio. Um dos bandidos foi baleado e morto. O comparsa ficou ferido e foi preso, sendo socorrido para o hospital por uma equipe do Samu.

Mortes por intervenção policial

Neste ano, de janeiro a setembro, ao menos, 123 pessoas morreram em confronto com a Polícia no Ceará. Na maioria, eram bandidos com longa ficha de crimes que trocaram tiros com policiais em resistência à prisão. Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em todo o ano passado foram 109 casos.

Os registros de mortes por intervenção policiais não são contabilizados pela SSPDS na estatística geral dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), ou seja, os homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1