Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

1.911

Atualizado em 18/5/2018  

Matança sem fim: Ceará já registra 403 assassinatos em apenas 24 dias de janeiro

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscandoIntermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscandoAdolescente morto

Jovens e adolescentes são os que mais morrem no Ceará em consequência da violência armada

Em apenas 24 dias de janeiro de 2018, o Ceará já ultrapassou a marca de 400 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), que representam os homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Em todo o mês de janeiro do ano passado, foram registrados 342 casos. Nesta quarta-feira (24), os assassinatos no estado totalizaram 403 casos.

Somente em Fortaleza, 124 pessoas foram assassinadas neste mês. Os três mais recentes crimes ocorreram ontem, quando a Polícia registrou homicídios nos bairros Carlito Pamplona, Presidente Kennedy e Conjunto Palmeiras.

ntre as três vítimas está uma jovem identificada como Ana Karine Guedes, que foi executada, a tiros, por volta de 13h55, no bairro Carlito Pamplona. Ela estava em um lava-jato quando foi atacada e assassinada.

Cerca de duas horas depois, um homem foi morto a tiros no bairro Presidente Kennedy, também na zona Oeste da Capital.

 A terceira vítima foi um pastor evangélico,  assassinado a tiros quando fazia uma cobrança de aluguel de uma casa no Conjunto Palmeiras.

Números

Entre os dias 1º e 24 de janeiro em curso, 119 pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e outras 160 no Interior do estado (81 no Interior Sul e outras 79 no Interior Norte), conforme registros da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) publicados em seu site.

Na Grande Fortaleza, além da Capital, o maior número de assassinatos se concentrou nos Municípios de Caucaia, Maracanaú e Horizonte.

A guerra declarada entre facções criminosas tem elevado os índices dos homicídios no Ceará. No ano passado, segundo dados oficiais do governo, 5.134 pessoas foram assassinadas no estado, o que representou um recorde histórico da violência.