Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.274 em 14/11/2018  

Preso bandido que atirou no "Bar do Cebolinha" e tentou matar um agente sócio-educador

Cebolinha - Atirador

O bandido foi preso quando tentava assaltar uma agência dos Correios

A Polícia prendeu nesta terça-feira (6) o homem acusado de ser o atirador que causou pânico em um bar freqüentado por dezenas de jovens na zona Sul de Fortaleza. O crime ocorreu no último fim de semana e as imagens do atentado foram postadas nas redes sociais. O “Bar do Cebolinha”, na Maraponga, foi o palco do ato de violência.

Segundo a Polícia, o que ocorreu foi uma tentativa de assassinato, quando um jovem de 20 anos disparou vários tiros na tentativa de assassinar um agente do Sistema Socio-Educativo do estado. Os dois homens (vítima e atirador) acabaram se encontrando no bar, na noite de sábado passado e o encontrou quase termina em tragédia. Por pouco não ocorreu uma chacina no bar.

O atirador foi preso nesta terça-feira após tentar praticar um segundo crime, uma tentativa de assalto a uma agência dos Correios na Avenida Barão de Studart, no bairro Aldeota. Trata-se de Cícero Dhonata Lopes Lira, 20. Conforme a Polícia, ele e um comparsa chegaram nos Correios em um carro roubado e na hora do ataque, Dhonata acabou sendo preso e o comparsa fugiu.

O atirador

Através das imagens da prisão do bandido, ele acabou sendo reconhecido como a mesma pessoas que, na noite de sábado último (3), tentou matar, a tiros, o agente sócio-educador no “Bardo Cebolinha”, causando pânico nos clientes. As imagens dos momentos de desesperos foram gravadas em celulares e postadas nas redes sócias.

A vítima do crime permanece hospitalizada, mas sem risco de morte. O motivo do crime teria sido uma rixa entre o servidor e o bandido que, quando era adolescente, praticou vários atos infracionais e foi recolhido por ordem judicial ao Centro Educacional São Francisco, onde trabalha até hoje o agente. Ao reencontrá-lo no bar, sacou uma arma e tentou matá-lo. O caso está sendo investigadono 5º DP (Parangaba).

Dhonatas é apontado como de alta periculosidade e suspeito de ter praticado vários crimes de homicídio em Maracanaú, onde mora.