Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

3.947em 18/10/2018  

Ceará já registra mais de 1.500 assassinatos e pode fechar 2018 com novo recorde de homicídios

Benfica 1

A matança entre facções criminosas se tornou um desafio para a Segurança Pública do Ceará

Nada menos, que 214 pessoas foram assassinadas no Ceará na primeira quinzena do mês de abril deste ano, uma média de 14,6 homicídios à cada 24 horas. Com isso, o número de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) no Estado, em apenas três meses e meio, chega a 1.558 casos. Com tais números já consolidados, a projeção é de que ao fim de 2018 o Ceará registre um novo recorde no número de assassinatos, superando os 5.134 crimes de morte de 2017.

Entre os dias 1º e 15 de abril, 63 pessoas foram assassinadas nas ruas, avenidas e favelas da Capital, outras 61 nos municípios que formam a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e mais 90 no Interior do estado (47 na região Norte, e 43 na região Sul). Neste intervalo de apenas duas semanas, 20 mulheres foram mortas no estado.

Na Capital, os bairros que apresentaram maiores índices de assassinatos foram: Bom Jardim (4), Barra do Ceará (3), Edson Queiroz (3), Vila Velha (3), Cais do Porto (2), Cristo Redentor (2), Granja Lisboa (2), João XXIII (2), Mucuripe (2), Sapiranga-Coité (2), Dias Macedo (2), Jacarecanga (2), Parque Manibura (2) e São João do Tauape (2).

Além de Fortaleza com 63 homicídios (média de 4,2 homicídios/dia ou um a cada 5 horas), mais 61 pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana da Capital nos seguintes Municípios: Caucaia (17 homicídios), Maracanaú (13), Maranguape (8), Itaitinga (6), Pacajus (5), Horizonte (4), São Gonçalo do Amarante (2), Aquiraz (2), Pacatuba (2), Cascavel (1) e Eusébio (1).

Interior

No Interior Norte, houve o registro de 47 assassinatos nos seguintes Municípios: Sobral (7 homicídios), Pentecoste (5), Varjota (4), Pacoti (3), Santa Quitéria (2), Paraipaba (2), Cruz (2), Trairi (2), Baturité (2), Canindé (2), Itarema (2), Tamboril (2), Boa Viagem (2), Tururu (1), Reriutaba (1), Redenção (1), Guaraciaba do Norte (1), Umirim (1), Itapajé (1), Ubajara (1), São Luís do Curu (1), Itapipoca (1) e Granja (1).

No Interior Sul, foram registrados 43 assassinatos, assim distribuídos por Município: Juazeiro do Norte (6 homicídios), Quixeramobim (3), Pedra Branca (3), Quixeré (2), Crato (2), Aracati (2), Quiterianópolis (2), Parambu (2), Barbalha (1), Barro (1), Jaguaribe (1), Russas (1), Mauriti (1), Morada Nova (1), Ibaretama (1), Icapuí (1), Iguatu (1), Jucás (1), Limoeiro do Norte (1), Saboeiro (1), Mombaça (1), Icó (1), Cariús (1), Lavras da Mangabeira (1), Solonópole (1), Senador Pompeu (1), Beberibe (1), Antonina do Norte (1) e Potengi (1).