Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.533 em 7/12/2018  

Operação Eleições 2018: PF apreende cerca de R$ 18 mil que seriam usados para a compra de votos

Flagra CDC 10 CDC 300

O material foi apreendido pela PM e levado para a sede da PF, na madrugada de domingo

CDC 200

O grupo foi detido no bairro Bonsucesso com o material, dinheiro, cheques e veículos

CDC 400

Oito pessoas foram detidas e levadas para a PF, onde foi realizado um procedimento

Quinze pessoas detidas e conduzidas à sede da Polícia Federal, cerca de R$ 18 mil em espécie apreendidos, além do cumprimento de 13 mandados judiciais de busca e apreensão, vasto material de propaganda confiscado e veículos rebocados à PF. Este foi o resultado parcial das ocorrências registradas durante a “Operação Eleições” no Ceará.

Ainda na madrugada de domingo (7), oito pessoas foram detidas por policiais da Companhia de Controle de Distúrbios Civis (CDC) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) quando se encontravam em atitudes suspeitas de compra de votos e distribuição de material de propaganda eleitoral.

Segundo a Polícia Militar, o grupo foi encontrado na Rua Maria Quitéria, no bairro Bonsucesso, na zona Sul de Fortaleza, em três veículos. Em um dos carros foram encontrados cerca de R$ 10,3 mil em espécie, além de vários cheques em branco e vasto material de propaganda que estavam sendo distribuídos irregularmente.

No local foram detidos sete homens e uma mulher, esta identificada como Rayane Cristine Freitas Andrade, que estaria, supostamente, comandando o grupo. Ainda de acordo com a PM, também foram detidos com o material: Francisco Jéfferson Vieira, Gabriel Luiz da Silva Chagas, Gilbervan Marques da Silva, João Evangelista de Oliveira Silva, Antônio Igor Caldas Batista, Leandro da Silva Damasceno e Diego Lins da Silva. Todos foram conduzidos à sede da PF junto com o material, dinheiro e veículos apreendidos na operação.

Ainda de acordo com a PF, foram lavrados seis Termos Circunstanciados de Ocorrência (T.C.Os) pelos delitos de boca de urna e propaganda irregular.