Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

948 em 22/5/2019  

Autoridades da Segurança Pública batem boca após o Ceará perder projeto federal de prevenção e combate à violência

O bate-boca entre as autoridades da Segurança Pública do Ceará e do Governo Federal parece estar longe de ser superado. Após Maracanaú ser escolhido com um dos municípios brasileiros para a implantação de novo projeto de prevenção e combate à violência e, em seguida, perder a vaga para cidade de Paulista (PE), a confusão entre os gestores não parou mais.

O secretário nacional da Segurança Pública, general Guilherme Theóphilo, culpa o governador do Ceará, Camilo Santana (PT,) por não ter mostrado interesse no projeto, já que beneficiaria um Município dominado politicamente por oponentes políticos, no caso, o grupo liderado pelo deputado federal Roberto Pessoa (PSDB).

Já o secretário da Segurança Pública do Ceará, André Costa, afirma que não teve acesso ao projeto de prevenção e combate à criminalidade que escolheu Maracanaú como um dos municípios-pilotos e creditou que a escolha de Maracanaú não teria sido técnica e sim por politicagem, em favor de aliados do presidente Bolsonaro.

Em resposta, o general Theóphilo chamou o secretário de Segurança do Ceará de “menino”.

Quem perdeu? A população cearense em geral.