Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.556 em 24/8/2019  

Feminicídio: costureira é assassinada a tiros pelo ex-marido na presença dos filhos do casal

Costureira morta 1

Rosimeire foi baleada dentro de casa, levada para o hospital, mas não resistiu

Uma costureira de 39 anos, mãe de duas crianças, tornou-se a mais recente vítima de crime de feminicídio no Ceará. Na noite da última terça-feira (2), Maria Rosimeire de Santana foi baleada dentro de casa pelo ex-companheiro, mas acabou morrendo na madrugada de ontem, no hospital. O assassinato aconteceu na periferia da cidade de Juazeiro do Norte, na Região Sul do estado (a 524Km de Fortaleza). Em 2019, 42 mulheres já foram assassinadas no Ceará.

Segundo apurou a Polícia, o crime foi praticado pelo ex-marido da vítima, identificado como Severo Manuel Dias Neto, 38 anos, que está foragido. Ele matou a ex-esposa na presença dos dois filhos do casal e da mãe de Rosimeire.

De acordo com a Polícia, Severo já havia sido preso, no fim do ano passado, por descumprir uma medida protetiva expedida pela Justiça após a mulher prestar queixa policial, afirmando que o ex-companheiro fazia-lhe ameaças de morte. Passou, ao menos, três meses detido, mas ao sair da cadeia prometeu que iria se vingar e matar a ex-esposa.

Tiros e morte

Na noite de terça-feira, por volta de 20 horas, Severo armou-se com um revólver e foi até o bairro Brejo Seco, onde Rosimeire morava com a mãe e os dois filhos, em um imóvel do programa habitacional do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Encontrou a mulher sentada na calçada da residência. 

Ao avistar o ex-marido, a costureira entrou rapidamente dentro de casa e foi se esconder no quarto, mas o suspeito invadiu o imóvel e disparou várias vezes contra Rosimeire. Para não serem atingidos pelas balas, os filhos deitaram no chão. A mulher ficou gravemente ferida e foi levada para o hospital, mas não resistiu.