Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.681 em 13/9/2019  

Bandido acusado de explodir bancos no Interior é fuzilado em Trairi

Walkier bandido 2 001Walker bandido 001

Um dos homens apontados como envolvidos em constantes explosões de caixas bancários no Interior cearense foi morto, no começo da tarde desta terça-feira, no Município de Trairi, na região do Vale do Curu (distante 125Km de Fortaleza). O crime ainda está em mistério, mas a Polícia suspeita de um caso de "acerto de contas" ou mesmo uma queima-de-arquivo.

O corpo de Carlos Walkier Izaías Nunes Moura, 41, foi encontrado em meio a uma estrada de terra que liga o centro comercial de Trairi ao bairro Ilha, na zona rural. Segundo as informações iniciais, Walkier recebeu vários tiros de pistola na cabeça. Na ocasião, ele pilotava uma motocicleta e usava capacete. Quando a primeira patrulha da PM chegou no local do crime, o corpo permanecia no meio da estrada de terra.

Explosões

No linguajar policial, Walkier era o "fogueiteiro" das quadrilhas que assaltam bancos, isto é, era o homem responsável pela colocação e detonação dos explosivos nos caixas bancários e cofres dospostos e agências. Em vários ataques no Interior ele teria agido, de acordo com a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

Em 11 de julho de 2013, ele e dois comparsas foram capturados numa operação da DRFn no Interior. Além de Walkier, foram detidos naquelaocasião seus comparsas Paulo Roberto Melo de Oliveira e Antônio Gomes de Oliveira. O trio foi capturado em Pentecoste e trazido para Fortaleza. No dia da prisão dos bandidos, o então titular da DRF, delegado Romério Moreira de Almeida, informou à Imprensa que a quadrilha teria sido a responsávelo pelos ataques com explosões em bancos nas cidades de São Luiz do Curu e Tejuçuoca.