Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

948 em 22/5/2019  

De assaltante de bancos a traficante de drogas. "Juruna" é preso e vai voltar para a cadeia

Juruna 1

Traficante foi presó após a Polícia Militar receber uma denúncia anônima. Atuava no Ancuri

Juruna 2

Arma, munição, drogas, balanças foram apreendidos com o traficante durante a operação

Uma denúncia de moradores possibilitou que a Polícia Militar realizasse na noite desta quarta-feira (24), uma importante prisão que causou uma forte baixa no tráfico de drogas em Fortaleza. Um ex-assaltante bancos e que estava atuando agora como traficante de drogas foi preso numa operação de policiais militares da Força Tática do 16º BPM.

A prisão de João Antônio Soares Damasceno, o “Juruna”, ocorreu após os PMs cercarem a residência indicada na denúncia, na Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, na zona Sul de Fortaleza. Dentro da casa, os militares encontraram uma vasta quantidade de drogas, além de uma arma de fogo, munição e apetrechos do tráfico.

Uma escopeta de calibre 12, com vários cartuchos, era a arma que o traficante usava para intimidar os moradores e, ao mesmo, tempo, garantir a venda dos entorpecentes.

Cerca de 11 quilos de maconha prensada – distribuída em forma de tijolos – estavam escondidos na residência do acusados. No local havia também rádios-transmissores que eram usados pelo chefe do tráfico para se comunicar com seus “olheiros” distribuídos pelas ruas e becos do bairro, que lhe avisavam sobre a presença da Polícia.

De volta

“Há meses nós estávamos à procura dele”, contou um dos policiais que participaram da operação na noite passada.

De acordo com a Polícia, “Juruna” é ex-presidiário e conta com uma longa ficha de crimes que inclui assaltos a bancos, roubos, formação de quadrilha e, agora, tráfico de entorpecentes. Ele foi encaminhado do local da prisão para o plantão do 30º DP (São Cristóvão), onde foi autuado em flagrante por mais crimes: porte ilegal de arma e tráfico de entorpecentes.

“Juruna”, agora, vai permanecer preso aguardando transferência para sua volta ao presídio.