Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.489 em 16/8/2019  

Bandidos quebram a trégua entre facções e Caucaia volta a registrar assassinatos no fim de semana

Caucaia pefoce 2

A guerra entre facções por território elevou os índices de assassinatos em Caucaia neste ano

Após uma trégua na violência que durou nove dias, o Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) voltou a registrar crimes de morte. Neste domingo do Dia dos Pais (11), dois homicídios ocorreram naquela cidade.

Um corpo humano, com marcas de violência, foi encontrado no começo da tarde de ontem em uma parte do mangue do Rio Ceará, na BR-222. De acordo com a Polícia, moradores do local encontraram o cadáver, que já estava em adiantado estado de decomposição. Contudo, foi possível observar marcas de tiros na cabeça da vítima.

Uma equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foi acionada pela Ciops e esteve no local fazendo os primeiros levantamentos periciais no cadáver, que foi removido para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel). A vítima não foi, ainda, identificada.

Já no começo da noite, um caso de assassinato foi registrado no mesmo Município metropolitana. Um homem foi morto, a tiros, na comunidade conhecida como Campo dos Tapebas, no bairro São Gerardo.

Balanço

Somente no mês passado, 22 pessoas foram assassinadas em Caucaia. A violência no Município se deve, principalmente, à guerra entre facções criminosas que atuam em vários bairros e comunidades daquele Município.

No entanto, na semana passada, uma das facções que atuam em Caucaia – o Comando Vermelho – decidiu suspender os confrontos e mortes em bairros como Itambé (I e II), Jurema, São Miguel, Padre Júlio Maria, Metropolitano (Picuí) e Araturi. Foram vários dias sem o registro de um só assassinato, o que chamou a atenção das autoridades. O objetivo era afastar a Polícia dessas localidades dominadas pelo tráfico de drogas e onde vários moradores já foram expulsos de suas residências.